Vida Urbana

Vendaval destelha casas e assusta moradores em cidade do Sertão

Fenômeno aconteceu em Várzea. Em poucos segundos, ventania arrancou telhados de dez residências e estabelecimentos comerciais. Rodoviária e ginásio foram interditados.




João Paulo Medeiros
Do Jornal da Paraíba

Os mais de 2,5 mil moradores do município de Várzea, no Sertão do Estado, ficaram assustados no início da tarde da terça-feira (8). Em poucos segundos um vendaval passou pela cidade e causou destruição e prejuízos para proprietários de mais de dez residências e estabelecimentos comerciais, e ainda provocou a interdição do Terminal Rodoviário e do Ginásio de Esportes do município.

Depois do vento forte, uma chuva também foi registrada na cidade. Apesar do susto nenhum dos moradores ficou ferido. Na Paraíba ocorreram precipitações em mais de 20 cidades.

O teto das casas, bares, do Ginásio de Esportes, do Centro Social e do Terminal Rodoviário, localizados na entrada da cidade foram arrancados pela força do vento. Houve correria e muitos moradores tiveram trabalho para reconstituir os danos. Equipes da prefeitura de Várzea isolaram as áreas atingidas pelo vento, para evitar desabamentos. Com a força dos ventos parte da estrutura de concreto do terminal rodoviário ficou comprometida.

“Foi tudo muito rápido. Aos poucos foram se aproximando nuvens de chuva, mas de repente começou a ventar forte. E aí não deu tempo de nada. Todo mundo só procurou se proteger e ainda bem que tivemos apenas danos materiais”, relatou o jornalista Rodolfo André Brito, que reside na cidade e estava próximo ao local atingido pelo vendaval.

De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), várias cidades da região sertaneja e do Cariri do Estado também registraram chuvas fortes e ventos isolados, durante todo o dia de ontem. A previsão dos meteorologistas é que ocorram mais precipitações nas próximas 24 horas.

“Nós tivemos chuvas em vários pontos do Estado, mas com o feriado elas só puderão ser computadas na próxima quinta-feira. A expectativa que temos é de que continue chovendo no Estado, sobretudo no Sertão que passa por seu período chuvoso. Esse tipo de fato, de vento forte, é considerado normal nessa época do ano”, explicou o meteorologista da Aesa, Alexandre Magno.

Mais chuvas

Mas as chuvas não atingiram somente o município de Várzea. Em Sousa, a tarde de ontem também foi de chuva forte e o nível do Rio do Peixe subiu. Moradores de áreas ribeirinhas tiveram de sair de suas casas por conta das águas. Já no Vale do Piancó várias cidades registraram precipitações, a exemplo de Piancó onde choveu mais de 20 milímetros.

As chuvas também chegaram aos municípios de Cajazeiras, Bonito de Santa Fé, São José de Piranhas, Triunfo, Santa Helena e Uiraúna. (Com informações de George Wagner, Wilson Furtado e Joaquim Franklin)


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.