Vida Urbana

Unimed se defende e diz que atendeu paciente mesmo sem plano de saúde

Hospital diz que paciente não tinha plano de saúde, mas que aceitou receber o paciente diante do nervosismo dos familiares.




O Hospital da Unimed de João Pessoa enviou uma nota ao portal Paraíba1 nesta segunda-feira (11) contestando a informação de que inicialmente tenha deixado de atender um paciente na noite da última sexta-feira (8), que estava na Feira Brasil Mostra Brasil e foi socorrido depois de ter sofrido um início de enfarte.

Eles contestaram inclusive a informação repassada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da Prefeitura Municipal de João Pessoa, que foi responsável pelo transporte da vítima e disse que a negativa do hospital tinha acontecido mesmo com o homem tendo plano de saúde.

Segundo a Unimed, o homem transportado pelo Samu não tinha plano de saúde, e o Hospital apenas comunicou que não integrava a Rede SUS para a ocorrência identificada. “Apesar disso, diante do nervosismo dos familiares, a direção autorizou o atendimento”, garante a nota enviada.

Ainda de acordo com o Hospital da Unimed, o paciente sofreu uma taquicardia, deu entrada no hospital por volta das 21h de sexta-feira e recebeu alta à 1h30 do sábado. “Ao deixar o hospital, ele caminhava sem necessitar de ajuda”, destaca.

Leia a nota na íntegra:

A diretoria do Hospital Unimed João Pessoa esclarece que o paciente N.G.M.J., de 42 anos, que passou mal durante a multifeira Brasil Mostra Brasil, não foi barrado ao tentar dar entrada na instituição, como divulgou o site Paraíba1. Mesmo sem ter plano de saúde, ao contrário do que também foi informado pelo site, ele recebeu atendimento.

O caso ocorreu sexta-feira à noite. O paciente, que é de São Paulo, estava participando da Brasil Mostra Brasil quando passou mal e foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Emergência e Trauma, já que não tinha plano de saúde. Ao ser atendido nesta instituição, os plantonistas constataram que se tratava de um problema cardíaco. Por este motivo, foi encaminhado para o Dom Rodrigo, hospital credenciado ao Sistema Único de Saúde (SUS) para este tipo de ocorrência.

Como não conseguiu atendimento no Dom Rodrigo, o Samu levou o paciente para o Hospital Unimed JP, onde foi informado de que a instituição não integra a Rede SUS para a ocorrência identificada. Apesar disso, diante do nervosismo dos familiares, a direção autorizou o atendimento.

O paciente, que sofreu uma taquicardia, deu entrada por volta de 21 horas de sexta-feira (8) e recebeu alta a 1h30 da madrugada do sábado.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.