Vida Urbana

Três adolescentes morreram afogadas no município de Esperança

Fato teria acontecido quando as vítimas fotografavam o lugar, onde é proibido tomar banho.



Divulgação/Polícia Militar
Divulgação/Polícia Militar

Os moradores do município de Esperança, no Brejo paraibano, estão de luto. Ontem à tarde, uma tragédia deixou a população perplexa e causou comoção por toda a cidade. Três adolescentes morreram afogadas em um tanque de pedra em uma área próxima ao Centro da cidade. Outras duas jovens também estavam no tanque, mas conseguiram escapar com vida. O fato teria acontecido quando as vítimas fotografavam o lugar, onde é proibido tomar banho.

A hipótese mais provável é de que no momento do afogamento, quatro das jovens estariam tirando fotos, quando pisaram em um buraco e não conseguiram mais retornar. Uma delas conseguiu sair do tanque sozinha. Os corpos de Thays Vieira, de 15 anos, e das irmãs Ana Paula Barbosa Aciolli, de 14 anos, e Poliana Barbosa, de 12 anos, só foram resgatados de dentro do ‘Tanque do Araxá’ depois da chegada do Corpo de Bombeiros.

Josivânia Almeida, de 15 anos, e Renally Alves, de 14 anos, também tiveram de receber atendimento médico por conta do trauma provocado pela tragédia. As cinco adolescentes estudavam no 9º Ano do ensino fundamental e estariam fotografando o local para o trabalho da escola. De acordo com o pai de duas das vítimas, Paulo César Aciolli, as filhas não conheciam o perigo do local.

“O lugar sempre foi perigoso e elas só tinham ido lá quando eram muito pequenas. Eu estava trabalhando quando me disseram o que tinha acontecido, e agora estamos aqui com essa perda”, comentou Paulo César, ainda em estado de choque. “Pelo que foi informado, as meninas tinham ido ao tanque para tirar fotos porque lá o banho não é permitido. Elas teriam escorregado e apenas uma, que sabia nadar, conseguiu sair do tanque com vida”, disse o estudante Rodolpho Raphael, que acompanhou o resgate das vítimas, feito pelo Corpo de Bombeiros.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) encaminhou uma das sobreviventes para o hospital da cidade. Os corpos das vítimas foram trazidos para o Núcleo de Medicina Legal (Numol) de Campina Grande, no fim da tarde, para que fosse realizada a perícia. O velório será hoje na cidade de Esperança.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.