Vida Urbana

Teste do bafômetro: Detran intensifica fiscalizações na Capital

Motoristas serão fiscalizados em blitzen que devem acontecer durante a operação Verão Legal. Primeira ação aconteceu na quarta-feira na orla de Cabo Branco e na Rui Carneiro.




Karoline Zilah
Com Bartolomeu Honorato, do Jornal da Paraíba

A recente morte da defensora geral do Estado, Fátima Lopes, em um acidente de carro e a proximidade do período carnavalesco levaram órgãos de trânsito a intensificar as fiscalizações nas ruas de João Pessoa. A principal ação do Governo, através do Detran, foi a compra de mais 2,5 mil etilômetros descartáveis que deverão ser utilizados em blitzen contínuas em toda a cidade até o final do verão.

Na quarta-feira (27), cerca de 40 homens da Polícia Militar, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e da Companhia de Policiamento de Trânsito da Paraíba (CPTran) iniciaram na quarta-feira (27) a Operação Verão Legal, uma ação conjunta com a finalidade de coibir o consumo de bebida alcoólica entre motoristas.

As blitzen foram feitas na orla de Cabo Branco, região de bares e restaurantes, e na avenida Rui Carneiro, sentido praia-Centro, até a 1h da madrugada.

Mais de 60 condutores foram submetidos ao teste do etilômetro (bafômetro), aparelho capaz de aferir a quantidade de álcool ingerida. Na oportunidade, foi inaugurada parte dos 500 etilômetros descartáveis adquiridos pelo Detran.

“A pessoa que apresentar qualquer teor de álcool, no teste do bafômetro, será notificada pelo Detran e polícia. O Código de Trânsito ainda estabelece prisão para motoristas que apresentam alto teor de álcool”, alertou o superintendente do Detran, coronel Américo Uchôa.

De acordo com o tenente Félix, coordenador de policiamento da CPTran, nenhum dos testes deu positivo e ninguém foi autuado em flagrante pela Lei Seca, mas foram aplicadas 20 multas por outros motivos, como dirigir sem habilitação, veículos não licenciados, rompimento de lacres de placas, entre outras irregularidades.

As blitzen continuarão ao longo do verão não somente em João Pessoa, mas também em Campina Grande e em outros municípios do interior paraibano. Segundo o coronel Uchôa, as fiscalizações devem acontecer de forma alternada, sem locais pré-estabelecidos, mas levando em consideração as regiões de maior fluxo nas cidades.

Ao longo  da operação, serão distribuídos panfletos aos motoristas e porta-copos vão ser entregues aos frequentadores de bares e restaurantes, na Paraíba.

O coronel Américo Uchôa disse que chegarão mais 2,5 mil etilômetros descartáveis para a realização de testes do bafômetro nas próximas etapas da operação.

Em 2009, segundo o capitão Arílson Valério, a CPTran autuou 316 motoristas por embriaguez no trânsito. “Neste ano, nós já conseguimos fazer 23 autuações na Paraíba”, contabilizou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.