Vida Urbana

Taxistas e motoristas do transporte escolar protestam no Centro de João Pessoa

Profissionais querem regulamentação de aplicativos de transporte e fiscalização de ‘alternativos’.




Protesto bloqueia o trânsito na região do Parque da Lagoa, no centro de João Pessoa – Foto: Walter Paparazzo

Na manhã desta quarta-feira (27), taxistas, motoristas do transporte escolar e do transporte coletivo de João Pessoa  promoveram um protesto na região central da capital. As principais reivindicações dos manifestantes são a regulamentação do transporte por aplicativos e a fiscalização do transporte clandestino. Por conta do ato, o trânsito ficou comprometido na região e precisou ser desviado. Os ônibus que circulavam pela área também tiveram que alterar parte do itinerário.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Taxistas na Paraíba (Sindtáxi-PB), Adauto Brás, já existe um projeto com o objetivo de regulamentar o transporte por aplicativos, mas a medida ainda não chegou à Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) para discussão. Ele ainda aponta que existe uma ‘invasão’ de pessoas de outros Estados trabalhando na capital através dos aplicativos, o que, segundo ele, estaria prejudicando os motoristas locais.

“Há três anos conseguimos essa regulamentação em Brasília, mas passaram a responsabilidade de implantar para cada cidade e aqui em João Pessoa o projeto está pronto, mas ainda não chegou na Câmara”, apontou. “Quem vai ganhar é a população, não é possível que exista uma invasão como essa, em que pessoas de Pernambuco e do Rio Grande do Norte estão fazendo esse transporte aqui dentro. A gente quer acabar com isso e quer que o transporte seja fiscalizado pela Semob-JP, porque assim a população vai saber com que está andando e todos vão sair ganhando”, disse o presidente do Sindtáxi-PB.

O presidente do Sindicato dos Transportes Autônomos de Veículos Escolares da Paraíba (Sintesc-PB), André Sales, explicou que não espera o fim das modalidades de transportes por aplicativos, mas sim a regulamentação dos motoristas. Segundo ele, os transportes irregulares e por aplicativos estão prejudicando o trabalho de taxistas e de motoristas do transporte escolar.

“A nossa pauta é contra o transporte clandestinos e irregulares que estão fazendo a festa em todos os bairros de João Pessoa, que vem prejudicando nossa categoria”, apontou. “Nós não somos contra o transporte por aplicativos, apenas queremos a regulamentação deles, para que a população possa pegar o transporte e saber que aquele motorista é cadastrado na Semob-JP e poder rodar naquele transporte de forma segura”, destacou o presidente.

O protesto foi iniciado na Praça Pedro Gondim, na avenida Camilo de Holanda e seguiu até o Parque da Lagoa. Segundo a Semob-JP, o trânsito ficou totalmente interditado na região central da capital, no sentido da rua Diogo Velho, próximo à sede do Sindtáxi-PB. O ato continuou pelas ruas do centro, por volta das 11h20 os manifestantes se concentravam em frente à CMJP.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.