Vida Urbana

Suspeitos são presos com veículo roubado e cigarros contrabandeados

Caso aconteceu nesta sexta-feira (6); Suspeitos foram conduzidos para Polícia Federal. 



Divulgação: Polícia Civil
Divulgação: Polícia Civil
Galpão localizado pela Polícia Civil servia de base para comercialização dos cigarros.

Duas pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (6) pela Polícia Civil da Paraíba pelos crimes de receptação e contrabando de cigarros. Severino Neris Fernandes e Antônio Mariano de Aguiar Júnior foram detidos no município de Queimadas, na região do Agreste do estado.  

A prisão de Severino Neris Fernandes aconteceu em cumprimento de um mandado preventivo expedido pela Justiça. Ele é investigado pela Polícia Civil há dois meses. “A investigação chegou até o suspeito depois da Polícia Rodoviária Federal interceptar um caminhão roubado no estado do Pernambuco. Esse caso foi informado a Polícia Civil e de imediato o trabalho investigativo foi iniciado. Foi descoberto que o caminhão interceptado havia sido trocado por uma carga de cigarros contrabandeados em nome de Severino [também conhecido por Vitor] preso hoje. O suspeito realizava o processo comercialização em toda região”, revelou Danilo Orengo, delegado da Polícia Civil.
 
Severino Neris Fernandes [Vitor] foi detido pelos policiais quando conduzia um veículo Toyota modelo Hillux, de cor branca, no Centro da cidade. No veículo também foi encontrado uma quantia em dinheiro de R$ 9,5 mil. 
 
Já o segundo suspeito, Antônio Mariano de Aguiar Júnior, foi preso em um galpão às margens da BR-104, com 2.400 caixas de cigarros contrabandeados, cheques em branco e um veículo Ford, modelo Pampa, com registro de roubo. O galpão segundo a Polícia Civil havia sido alugado por Severino Neris Fernandes. O local era utilizado como base para o comércio ilegal. Os dois suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes e conduzidos para Delegacia da Polícia Federal em Campina Grande.
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.