Vida Urbana

Suspeitos de integrar grupo de extermínio na Paraíba são presos pela PRF em Minas Gerais

Os quatro homens estavam foragidos e foram identificados pela polícia.




Foto: Danilo Alves/TV Cabo Branco

Quatro homens suspeitos de fazer parte de um grupo de extermínio e terem envolvimento em homicídios em Catolé do Rocha, no Sertão da Paraíba, foram presos na madrugada desta quinta-feira (3), na cidade de Sete Lagoas, em Minas Gerais. As prisões foram realizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e contaram com o apoio da Polícia Civil da Paraíba e do setor de inteligência da PRF na Paraíba.

Os homens estavam fugindo para São Paulo em uma van quando foram abordados pela PRF no município mineiro de Sete Lagoas, na BR 040. A abordagem ocorreu após a PRF em Minas Gerais receber as informações do setor de inteligência da PRF na Paraíba e da Polícia Civil paraibana.

Segundo a investigação da polícia, os homem são suspeitos de participarem de mais de 20 homicídios, incluindo uma chacina ocorrida em junho deste ano em Catolé do Rocha, que resultou na morte de seis pessoas em um fim de semana. Os quatro homens já tinham mandado de prisão em aberto.

Com eles, a polícia também localizou uma pistola calibre .380 com 27 munições intactas. Eles devem responder pelo crime de porte ilegal de arma em Minas Gerais.

Os homens detidos, um de 23 anos, 27 anos, 31 anos e 24 anos, foram encaminhados à Polícia Civil de Sete Lagoas e deverão responder por porte ilegal de arma de fogo. Um deles também apresentou documento falso e deverá responder pelo crime de falsidade ideológica. Eles serão encaminhados ao sistema prisional para o cumprimento dos mandados de prisão em aberto pelos crimes de homicídios praticados no sertão da Paraíba.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.