Vida Urbana

SMS oferece serviços de promoção à saúde para os pais

 A SMS oferta consultas especializadas em urologia e proctologia, cirúrgica para vasectomiae pequenas cirurgias 




 “Estive presente em todos os momentos desde que descobrimos a gravidez e nessa hora não poderia ser diferente. Tô muito feliz, um filho é sempre um presente de Deus e nas vésperas do Dia dos Pais é melhor ainda”, relata emocionado o novo papai, Valdeilson Gonçalves,pai de uma recém-nascida.Ele éum dos pais que tem acesso ao serviço técnico preventivo de saúde para os homens, oferecido pela Secretaria de Saúde do Município (SMS). 
 
Quem também terá motivos de sobra para comemorar a data será Vanduir Venâncio, a sua quarta filha, a pequena Lara, está com seis dias de nascida e para ele o nascimento de uma nova filha dá mais motivo para manter-se sempre saudável.
 
“Sempre procuro me cuidar, me manter mais saudável, fazer caminhadas, manter os exames em dia porque vejo que a saúde da minha família depende muito de como anda a minha, principalmente agora com uma recém-nascida em casa”, comenta Vanduir.
 
A  SMS oferta aos usuários do sexo masculino serviços preventivos e de promoção à saúde organizada em linhas de cuidado integral que incorporam a ideia da integralidade na assistência à saúde, o que significa unificar ações preventivas, curativas e de reabilitação, proporcionando o acesso a todos os recursos que o usuário necessita.
 
Os serviços ofertados à saúde do homem estão distribuídos por toda a rede pública de saúde, desde a Atenção Básica, com atendimentos nas Unidades de Saúde da Família (USFs) e Centros de Atenção Integral a Saúde (Cais) até a Atenção Especializada e Rede Hospitalar ofertando consultas especializadas em urologia e proctologia, cirúrgica para vasectomia, pequenas cirurgias de bolsa escrotal, testículo, cordão espermático e pênis.
 
O coordenador da área técnica de Saúde do Homem, da SMS, Késsio Brito, explica que culturalmente o homem resiste em cuidar de si e de sua saúde, e isso vem contribuindo para índices cada vez maiores de agravos e danos a saúde desse homem e destaca a importância da promoção e incentivo aos hábitos saudáveis. “Saúde não é apenas quando se está com algum sintoma ou doença, mas os cuidados que são tomados antes. Não é por nunca ter tido um problema de saúde que não precisa haver o cuidado”, afirmou.
 
Saúde do homem – A área técnica em Saúde do Homem tem como diretriz promover ações de saúde que contribuam significativamente para a compreensão da realidade singular masculina nos seus diversos contextos sócio-culturais e político-econômicos. Essa linha de cuidado trabalha políticas de acesso e acolhimento, saúde sexual e reprodutiva, paternidade e cuidado e as doenças prevalentes entre a população masculina.
 
Segundo pesquisa do Ministério da Saúde (MS), os homens, comparativamente às mulheres, têm mais excesso de peso, baixo consumo de frutas, de legumes e de verduras, consumo abusivo de bebidas alcoólicas e tabagismo, situações que podem estar se refletindo numa maior mortalidade por doenças do aparelho circulatório, principalmente entre os mais velhos, e também por causas externas, predominantemente entre os mais jovens.
 
Ainda segundo o MS, os homens apresentam maior mortalidade do que as mulheres em praticamente todos os ciclos de vida. Vivem, em média, sete anos menos do que as mulheres e têm mais doenças do coração, câncer, colesterol e pressão arterial elevada, além de maior tendência à obesidade.
 
Comportamentos de risco, como consumo abusivo de bebidas alcoólicas, também se associam a outros, muitos determinados pela falsa autopercepção da infalibilidade masculina, facilitando a ocorrência de acidentes e de doenças infectocontagiosas como a Aids e a tuberculose. Eles também apresentam mais resistência a procurar cuidados médicos e a realizar atitudes preventivas.
 
“É importante que os homens mudem essa conduta, começando a ir ao médico sempre que necessário, passando por consultas e exames, sem tabus. O médico está nos consultórios para ouvir, orientar e cuidar da saúde dos pacientes”, ressaltou Késsio Brito.
 

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.