Vida Urbana

Setembro Amarelo: Saiba onde encontrar atendimento e apoio psicológico gratuito na Paraíba

Cada clínica tem o seu procedimento de triagem específico.




CVV é uma das opções de apoio, feito por ligações telefônicas

CVV é uma das opções de apoio, feito por ligações telefônicas

Durante todo o mês de setembro aconteceu a campanha de prevenção ao suicídio, chamada de Setembro Amarelo. Mas um dos desafios para encarar o tema passa pelo atendimento psicológico. Para quem tem alguma doença psicológica e precisa de acompanhamento, mas não tem condição financeira de pagar, pode contar com algumas opções gratuitas de clínicas escolas de psicologia. Cada clínica tem o seu procedimento de triagem específico e todos possuem plantão de atendimento de emergência.

>>> Conheça 8 filmes que ajudam a entender a depressão

Conheça todos a seguir:

UFPB

A Clínica Escola da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) oferece os serviços de Psicoterapia Infantil, do Adolescente e Adulto, Avaliação Psicológica, Projetos de Extensão (Plantão Psicológico, Avaliação Neuropsicológica, Neuroestimulação e Aimeé – Terapia Psicanalítica). A clínica possui serviço de plantão que não demanda marcação de consulta. Para acompanhamentos é preciso passar por uma triagem. Mais informações pelo telefone (83) 3216-7338.

UFCG

Na clínica da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) são oferecidos os serviços de psicoterapia individual para crianças, jovens e adultos com queixas diversas; atendimento a pessoas em situação de violência doméstica; Grupo de Atenção e Suporte (GAS) para universitários de qualquer instituição; e psicoterapia para adultos em situação de luto. Os atendimentos serão feitos por estagiários do curso de Psicologia da UFCG, supervisionados por seus orientadores.

Quem deseja acompanhamento em alguns dos serviços precisa passar pela triagem. O objetivo da entrevista é coletar informações sobre o motivo da consulta, para que seja realizado o encaminhamento necessário. Pessoas de todas as idades poderão ser atendidas, preferencialmente de baixa renda.

No processo de triagem, os interessados devem apresentar a carteira de identidade. Para o atendimento de crianças e adolescentes, é necessário a presença dos pais ou responsável legal. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 2101.1855.

UEPB

O serviço escola de Psicologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) oferece a comunidade Plantão de Escuta Psicológica, Psicoterapia Individual, Avaliação Psicológica, Orientação Vocacional e Grupos Terapêuticos. O serviço funciona no primeiro andar do prédio de Psicologia, na UEPB, em Campina Grande. O horário de funcionamento de segunda a sexta, das 7h às 17h.

Os atendimentos, disponíveis para crianças, adolescentes e adultos, são realizados com hora marcada, exceto a Escuta Psicológica, que funciona no sistema de plantão a fim de oferecer apoio psicológico a quem necessita no momento que procura o serviço; e a Triagem, que consiste na entrevista inicial para cadastro e posterior encaminhamento para o atendimento solicitado. Para marcar atendimentos basta ligar para (83) 3315-3477.

Unipê

A Clínica-Escola de Psicologia do Unipê possui Unidades de Triagem, de Atendimento Psicoterápico, e a de Orientação Vocacional e Profissional, além dos Projetos de Extensão. Os alunos, sob a coordenação dos professores, atendem a comunidade intra e extra-muros na prevenção e promoção da saúde mental por meio de projetos diferenciados nas diversas perspectivas de atuação da psicologia. Os serviços são gratuitos. A clínica funciona de segunda à sexta, das 9h às 21h. Para marcar consultas ligue (83) 2106-9218.

Uninassau

A clínica escola da Uninassau possui duas sedes, uma em João Pessoa e outra em Campina Grande. O atendimento pode ser feito a partir dos 6 anos, sem limite de idade. Além da orientação psicoterápica, a clínica dispõe de serviço de orientação para os pais e avaliação psicológica. O serviço de triagem é gratuito, mas as consultas custam R$ 13 por sessão. O horário de funcionamento em João Pessoa é de terças e sextas, das 8h às 14h, e segundas, quartas e quintas, das 12h às 18h. Na capital, também possui o plantão psicológico que atende pacientes em momento de crise.

CVV

Outra opção é o atendimento do Centro de Valorização da Vida (CVV). Trata-se de uma organização que oferece apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que queiram e precisem conversar, de forma sigilosa. O serviço funciona 24 horas por dias, com cobertura nacional, através do telefone 188.

Além do telefone, o CVV atende por e-mail e chat no site da organização. Segundo a instituição, mais de 2 milhões de atendimentos foram feitos em 2017 por estes canais, que contam com aproximadamente 2.400 voluntários localizados em 20 estados mais o Distrito Federal.

Vale ressaltar que o atendimento do CVV é focado em momentos de crise e não substitui o tratamento com psicólogo ou psiquiatra.

* Sob supervisão de Aline Oliveira


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.