Vida Urbana

Sem acompanhamento

Dados mostram que mais da metade das crianças beneficiadas com o Bolsa Família na Paraíba, não têm frequência escolar acompanhada.



Francisco França
Francisco França
De acordo com o MDS, dos 554.372 beneficiários na Paraíba, apenas 43% tiveram frequência registrada

Mais da metade das crianças e adolescentes beneficiados pelo programa federal do bolsa família na Paraíba não têm acompanhamento da frequência escolar. A informação é do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), que divulgou ontem os dados estatísticos referentes aos meses de fevereiro e março deste ano.

De acordo com o MDS, dos 554.372 beneficiários na Paraíba, apenas 43% que corresponde a 238.319 estudantes tiveram a presença em salas de aula incluídas no sistema do Ministério da Educação (MEC). O estado aparece com o sexto menor percentual da região.

Segundo a assessoria de imprensa do MDS, o prazo para o primeiro monitoramento da frequência escolar dos dois primeiros meses letivos deste ano termina no próximo dia 30, segundo o ministério. De acordo com o Ministério da Educação, os municípios que não enviarem a frequência escolar não receberão recursos de transferência voluntária para investimentos na área educacional.

Os estados do Ceará , Piauí e Maranhão registraram os maiores percentuais de informação na região Nordeste, com 53,5%, 46,8% e 43,4% dos estudantes com frequência informada, respectivamente. Por sua vez, Bahia, Alagoas, Pernambuco, Sergipe e Rio Grande do Norte têm os índices mais baixos.

A frequência à escola, uma das contrapartidas exigidas dos beneficiários, é considerada um importante mecanismo para interromper a pobreza entre as gerações. Estudantes com idades entre 6 e 15 anos precisam ter frequência mínima de 85% das aulas e os adolescentes de 16 e 17 anos, de pelo menos 75%. A média de acompanhamento se manteve em 86% do total de alunos beneficiários no ano passado. A expectativa do MDS é superar esse percentual em 2013.

Os beneficiários do Bolsa Família também precisam manter a agenda de saúde em dia. Essa é a outra contrapartida exigida do público atendido pelo programa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.