Vida Urbana

Segurança da Paraíba usa Acauã para monitorar divisa após fuga de presos em Pernambuco

Pelo menos 27 detentos fugiram da penitenciária de Limoeiro, na Zona da Mata pernambucana.




Foto: divulgação/Secom-PB

A segurança na divisa da Paraíba e Pernambuco foi reforçada, nesta quinta-feira (9), depois da fuga de pelo menos 27 detentos da Penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra, na cidade de Limoeiro, na Zona da Mata pernambucana, durante a madrugada. Além de ações da Polícia Militar e da Polícia Civil, o helicóptero Acauã 2 foi escalado para realização de patrulhamento aéreo.

“As forças da Segurança da Paraíba, juntamente com as polícias de Pernambuco, estão empregadas para identificar e capturar os foragidos. O Grupamento Tático Aéreo da Paraíba já se encontra na região de Natuba, sobrevoando também Umbuzeiro, Alcantil, Queimadas, entre outras cidades, em conjunto com a aeronave do estado vizinho e nossos policiamentos especializados por terra”, destacou o secretário da Segurança e da Defesa Social da Paraíba, Jean Nunes.

A Polícia Militar da Paraíba está presente na região com um forte aparato policial, formado por equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Grupamento Especializado de Operações em Área de Caatinga (GEOsAC), Força Regional, 8º Batalhão e 3ª Companhia Independente da PM.

A Polícia Civil reforçou o trabalho de repressão qualificada, com equipes da 2ª Superintendência Regional, da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de Campina Grande, e do Grupo Tático Especial (GTE) de Queimadas. Os policiais foram deslocados para a região de divisa e trabalham de forma integrada com as demais instituições policiais para a captura dos presos.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.