Vida Urbana

Saúde da PB faz processo de desinfecção em maternidade após funcionária morrer com suspeita de coronavírus

Frei Damião fica sem atendimento pelas próximas 24h, até que a higienização seja concluída, conforme SES.




A Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciou um processo de desinfecção sanitária na Maternidade Frei Damião, localizada em João Pessoa, após uma funcionária do local morrer com suspeita de Covid-19. Além da higienização, o local também passa a contar com apoio de psicólogos e psiquiatras para auxiliar no tratamento do stress pós traumático que acometeu os trabalhadores do local após o ocorrido, conforme informado pela SES na tarde desta terça-feira (24) .

Pelas próximas 24 horas, a Maternidade Frei Damião vai receber o apoio de outas maternidades da Rede, num trabalho de retaguarda. Os atendimentos de emergência, encaminhados pelo Samu, e outras demandas espontâneas, devem ser encaminhados prioritariamente a outros hospitais, até que o processo de desinfecção termine.

 

Entenda o caso

 

Na manhã desta teça-feira (24) uma mulher foi contabilizada como o quinto caso de morte suspeita por contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19) na Paraíba. Quézia Leite Batista era assessora administrativa da Maternidade Frei Damião e faleceu nesta terça-feira com suspeitas da doença.

A morte da funcionária foi confirmada pelo governo do estado, através da  Secretaria de Estado da Saúde, que emitiu nota de pesar pelo falecimento. Na nota, a SES informa que ela estava internada em um hospital privado em João Pessoa, com notificação de suspeita para Covid-19. Seu material já havia sido coletado e está sendo analisado no Lacen-PB. O resultado será divulgado na tarde desta terça-feira.

 

Outros casos

 

O quarto e o terceiro casos de morte supeita por coronavírus foram publicizados nesta segunda-feira (23): um homem de 67 anos, residente no município de Zabelê, e  uma mulher de 29 anos, natural de Patos, mas que residia em João Pessoa.

Além destes dois novos casos, outras duas mortes de casos notificadas como supeitas de coronavírus foram registradas na Paraíba. Uma mulher, de 46 anos, morreu no último dia 19 de março, no Complexo Hospitalar Regional de Patos, no Sertão paraibano. O primeiro, também uma mulher, de 39 anos, morreu em um hospital particular de João Pessoa na madrugada do mesmo dia.

 

Casos confirmados

 

A Paraíba passou a contabilizar nesta terça-feira (24) três casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19). Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), este caso mais recente é de uma mulher de 31 anos, residente em João Pessoa com histórico de viagem para São Paulo.

Além do novo casos, a SES  confirmou a contaminação nesta segunda-feira, um homem de 60 anos, de Igaracy, no Sertão paraibano. Eles se somam ao primeiro caso de Covid-19 na Paraíba, confirmado pela SES no último dia 18 de março. Trata-se de um homem de 60 anos, residente no município de João Pessoa, com histórico de viagem para Europa, retornando ao Brasil no dia 29 de fevereiro. O paciente foi atendido pela rede privada, esteve em isolamento domiciliar e já está fora do período de contaminação da doença, segundo a SES.

De acordo com o boletim da SES desta terça-feira, o número de casos descartados continua em 61. A mesma quantidade que havia sido registrada no boletim da noite de segunda (23).


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.