Vida Urbana

Samu retifica informação e admite que paciente foi à Unimed sem plano

Num primeiro momento, o Samu disse que o paciente tinha plano de saúde, e que não conseguiu atendimento porque o hospital estava lotado.




Da Redação

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência da Prefeitura Municipal de João Pessoa emitiu nota nesta quarta-feira (13) em que esclarece o que chamou de “mal entendido” ocorrido na última sexta-feira (8), quando um paciente teve dificuldades de ser atendido no Hospital da Unimed.

Num primeiro momento, o Samu disse que o paciente tinha plano de saúde, e que não conseguiu atendimento porque o hospital estava lotado.

A Unimed então desmentiu categoricamente a informação de que o paciente tinha plano de saúde, e agora o Samu retifica a informação. “Baseamo-nos na informação do próprio paciente, que na unidade móvel disse aos médicos que tinha plano de saúde. Depois descobrimos que ele de fato não tinha plano”, destacou a assessoria de imprensa do Samu.

Segundo nota da unidade de resgate da PMJP, “o Hospital da Unimed diante da necessidade clínica do paciente procedeu ao atendimento, mesmo não fazendo parte da rede SUS, embora que o paciente tenha sido encaminhado ao após contato com a Diretoria de Regulação do Município, portanto, com posterior ratificação do atendimento por auditor do município para que o Hospital Unimed não seja penalizado com os custos do atendimento”.

Isto significa que, mesmo o paciente não tendo plano de serviço, o Hospital não arcará com os gastos do atendimento, já que o município vai posteriormente ressarcir a Unimed.

A nota do Samu admite também que de início houve um “pequeno embaraço” em frente ao hospital entre a Unimed e os familiares da vítima, mas destaca que pouco depois o paciente foi “atendido a contento”. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.