Vida Urbana

Saiba como escolher o tipo de vinho certo para o verão

Especialista desmistifica informação de que a bebida não combina com o calor. 



Divulgação
Divulgação
Ttintos, considerados erroneamente como o inverso do verão, são excelentes dicas

Fim de semana chegando e já começam os preparativos do cardápio especial, seja para aquele almoço familiar ou para petiscar com os amigos. E nada melhor que harmonizar isso com um bom vinho. Mas, no verão de João Pessoa, será que a bebida combina com altas temperaturas?

“É preciso desmistificar a ideia de que vinho só é servido no frio”, afirma Carlos Cabral, enófilo e consultor de vinhos do Pão de Açúcar.

Refrigerados e servidos em diferentes harmonizações – inclusive com opções levíssimas, como saladas – o especialista dá dicas para não errar neste verão.

A primeira delas é quanto a temperatura correta: “Os tintos devem ser servidos entre, aproximadamente, 15º e 18º. Já os brancos entre cerca de 10º e 12º. Basta colocá-los meia hora na porta da geladeira ou em um balde de gelo”, comenta Cabral.

Uma boa pedida são os espumantes nacionais. Leves, harmonizam com saladas e podem ser consumidos nos mais diferentes momentos, como um almoço informal ou um jantar de negócios.

“O espumante tem também benefícios à saúde. Consumido moderadamente, estimula o apetite e melhora a digestão em razão da presença do gás carbônico, magnésio e potássio”, explica Cabral.

Os tintos, considerados erroneamente como o inverso do verão, são excelentes dicas para o verão desde que sejam leves – como o Pinot Noir, e os Vinhos Verdes tintos. E, claro, os vinhos brancos, que geralmente roubam a cena quando as temperaturas sobem, justamente por serem tradicionalmente mais refrescantes. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.