Vida Urbana

Ricardo anuncia incorporação de gratificações para polícia

40% dos plantões seriam incorporados em março, para aposentadoria.




Em meio ao risco de início de uma greve, já deflagrada em outros estados por esposas de policiais militares, o governador Ricardo Coutinho (PSB) anunciou nesta terça-feira (14) que vai incorporar, a partir de março, 40% das gratificações pagas em forma de plantões ao contracheque dos servidores das polícias Militar e Civil para efeitos de aposentadoria. “Estamos fazendo um esforço muito grande para fazer esta transferência de recursos”, afirmou o governador.

Além de tentar reverter um movimento paredista, ensaiado por esposas de políciais militares em Campina Grande, Ricardo Coutinho tenta minar também um movimento político que atribui a opositores da sua gestão, como o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), a quem acusa de ter sucateado o aparelhamento da segurança pública do estado e mal pagar os policiais no período em que governou a Paraíba. “Estamos fazendo apenas o que fizemos ao longo desses seis anos. O soldado eu peguei com R$ 1.564, sem armamento e munição. Ele passa para R$ 3.057. Mesmo com inflação ele terá 95% de reajuste ao longo desses anos”, comentou. 

Outra novidade para os agentes da segurança pública do estado, segundo Ricardo Coutinho, é a entrega do prêmio de R$ 9 milhões a quase 9 mil profissionais da segurança. O incentivo faz parte do programa Paraíba Unida Paraíba e deverá ser entregue conjuntamente com o pagamento dos salários de fevereiro nos próximos dias 23 e 24, também anunciando nesta terça-feira pelo governador do estado.  

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.