Vida Urbana

Rede Paraíba de Comunicação conquista 12 troféus em noite de premiações

Das cinco categorias profissionais da disputa promovida pela ALPB, a Rede Paraíba obteve a primeira colocação em quatro.



Alysson Bernardo
Alysson Bernardo

A Rede Paraíba de Comunicação teve uma noite vitoriosa, na última quarta-feira. A empresa somou 12 troféus conquistados por seus veículos em dois prêmios de jornalismo: o promovido pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e o pela
Faepa/Senar-PB. Os dois eventos aconteceram em João Pessoa. O JORNAL DA PARAÍBA teve destaque com sete trabalhos vitoriosos.

Das cinco categorias profissionais da disputa promovida pela ALPB, a Rede Paraíba obteve a primeira colocação em quatro. Na Impresso, o jornal dominou o pódio. A repórter Valéria Sinésio venceu a 1ª e a 3ª colocações, com as matérias "Revista vexatória ainda é feita em presídios da PB" e “Com um lugar para morar, mulheres recomeçam a vida”, respectivamente. A segunda colocação ficou com Katiana Ramos, responsável pela matéria "Paraíba não cumpre lei contra desertificação".

Na categoria Webjornalismo, Maria Socorro e Silva, do Jornaldaparaiba.com.br, venceu com a matéria "Bebês de presidiárias têm o direito de viver junto das mães até os 6 meses". A repórter Michelle Farias, também do portal, ficou com a vice-liderança. Ela concorreu com o texto "Lei estadual garante passe livre para pessoas com câncer". Já na Fotojornalismo, Francisco França ficou na 3ª colocação, com a imagem "Lei garante passe livre para pessoas com câncer", reproduzida no portal.

Segundo Angélica Lúcio, editora-executiva do jornal, 2014 tem sido um ano muito positivo para o veículo, com a conquista de vários prêmios. “Ver a equipe se destacando no Prêmio de Jornalismo da Assembleia Legislativa foi por demais gratificante, principalmente porque as reportagens que publicamos também mostravam aos leitores o quanto as leis estão perto do nosso cotidiano e como são importantes para a nossa vida”, destacou.

MAIS TROFÉUS

A TV Cabo Branco garantiu dois troféus na categoria Telejornalismo. Hebert Araújo foi o campeão, com a reportagem "Pena Corporal". Na equipe, ele contou com os cinegrafistas Thiago Ferreira e Severino Ramos – que também foram contemplados com premiação em dinheiro. O terceiro lugar foi para a repórter Larissa Pereira, com "Da lei à vida", que teve Alexandre Frazão como cinegrafista.

Hebert Araújo também se sagrou campeão na categoria Radiojornalismo, com a matéria “Vidas reconstruídas”, veiculada pela CBN João Pessoa. A rádio ainda conquistou a terceira colocação com o repórter Marcelo Andrade, responsável pelo trabalho "O que as leis têm a ver com a sua vida".

FAEPA/SENAR

A Rede Paraíba de Comunicação também teve destaque no Prêmio Faepa/Senar-PB de Jornalismo 2014. O JORNAL DA PARAÍBA venceu a categoria Fotografia, com Francisco França. Já a CBN João Pessoa mais uma vez saiu vitoriosa na Radiojornalismo, com matéria de Hebert Araújo.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.