Vida Urbana

Programa Água Doce vai instalar dessalinizadores

Serão instalados 90 dessalinizadores, que além de fornecer água potável, ajudarão na criação de tilápias e produção de ração animal.




O Programa Água Doce, que busca atender localidades rurais com problemas de abastecimento de água potável, pretende colocar em funcionamento, nos próximos três anos, 90 dessalinizadores no Estado. Atualmente, a Paraíba conta com 24 dessalinizadores, de acordo com informações divulgadas pela coordenação do programa.

Ontem foi a vez de mais uma comunidade rural começar a ser atendida pelo equipamento que transforma água salgada ou salobra em água doce. Vinte e sete famílias do sítio Cachoeira Grande, em Aroeiras, no Agreste, foram beneficiadas pela unidade demonstrativa do Programa, inaugurada na manhã de ontem.

Entre os objetivos do projeto está a geração de renda com a criação de peixes e a produção de ração para cabras e ovelhas.

O coordenador estadual do Programa Água Doce, Isnaldo Cândido da Costa, detalhou de que forma a unidade funcionará: “a água é enviada a um dessalinizador e em seguida armazenada em um reservatório. Depois, a água muito salina é utilizada para o cultivo de tilápias e o concentrado dessa criação é aproveitado para a irrigação da erva-sal. Na sequência esta planta é aproveitada na alimentação de ovinos e caprinos da região”.

Ele informou que foram investidos cerca de R$ 150 mil através de uma parceira entre os governos estadual e federal. Disse ainda que o início da comercialização das tilápias está previsto para abril e que o projeto continuará sendo assessorado por técnicos do governo estadual e por projetos envolvidos na ação.

A tecnologia foi desenvolvida pela Embrapa, unidade de Petrolina, em Pernambuco.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.