Vida Urbana

Professores do IFPB decidiram parar atividades

Campus antecipou o indicativo de greve pautado pelo sindicato nacional, deixando mais de sete mil estudantes sem aulas, na capital.




Os professores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
da Paraíba (IFPB) do campus de João Pessoa decidiram entrar em greve desde ontem.

O campus antecipou o indicativo de greve pautado pelo sindicato nacional, deixando mais de sete mil estudantes sem aulas, na capital. Nos demais campi da Paraíba, a adesão ao movimento grevista deve acontecer até o próximo dia 13.

Ainda na manhã de hoje, será realizada uma assembleia na unidade de Sousa, no dia 11 em Cajazeiras e, no dia 13, nos campi de Cabedelo, Campina Grande, Picuí e Princesa Isabel. Se houver unanimidade dos professores em decidir pela greve, mais de 18 mil estudantes do IFPB em todo o Estado devem ficar sem aulas. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica da Paraíba (SINTEFPB), os professores do IFPB reivindicam reajuste nos salários e melhorias na infraestrutura das unidades de ensino.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.