Vida Urbana

Professores da rede privada de CG suspendem aulas

15 mil alunos ficam sem aulas durante assembleia para avaliação de reajuste salarial.




Cerca de 15 mil estudantes da rede particular de ensino ficam sem aula nesta segunda-feira (30) em Campina Grande devido a uma paralisação dos professores. Mais de dois mil profissionais da categoria aproveitaram a data imprensada pelo feriado do Dia do Trabalhador para suspender as atividades e realizar uma assembleia. Na ocasião, a classe avalia se aceita a proposta de reajuste salarial apresentada pelo Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino de Campina Grande (Sinepec).

O encontro acontece a partir das 9h na sede do Sindicato dos Professores da Rede Privada de Campina Grande. O reajuste apresentado pelos representantes das escolas seria de 9% para os professores que recebem o piso salarial e 6,5% para aqueles que ganham valores acima do piso, que atualmente é de R$ 454.

De acordo com José Roberto Martins, presidente do sindicato, na assembleia será formada uma comissão que deverá se reunir com os representantes das escolas para mais uma rodada de negociação.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.