Vida Urbana

Procon vai acionar Justiça para regulamentar aumento de combustíveis em CG

Ação Civil Pública vai pedir que postos observem a política de preços da Petrobrás




Coordenador do Procon concedeu entrevista na Rádio CBN, em Campina Grande

Diante dos últimos aumentos praticados nos postos de combustíveis de Campina Grande o Procon do município anunciou, nesta quarta-feira (12), que vai acionar a Justiça pedindo uma regulamentação para os reajustes. O órgão vai ingressar com uma Ação Civil Pública alegando que os estabelecimentos devem obedecer à política de preços da Petrobrás. Recentemente os postos da cidade subiram em R$ 0,20 o preço da gasolina e do álcool, mesmo diante do anúncio da Petrobrás em reduzir os preços.

“O que a gente pretende é que os postos sigam o que é repassado pela Petrobrás. E há pouco tempo vimos o contrário. A Petrobrás anunciou uma diminuição dos valores e aqui subiu. Procuramos manter um diálogo com os estabelecimentos, mas chegamos a um ponto em que vamos ter que recorrer à Justiça”, explicou o coordenador do Procon municipal, Rivaldo Rodrigues. A Ação Civil Pública deverá ser proposta na próxima semana.

Em Campina Grande uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) investiga a existência de um possível cartel nos postos de combustíveis da cidade desde o fim do mês passado. Os vereadores também irão analisar as condições em que os últimos aumentos de preços aconteceram.

A CPI é composta pelos vereadores Alexandre do Sindicato (PHS), Luciano Breno (PPL), Rodrigo Ramos (PDT) e Renan Maracajá (PSDC). Em caso de empate durante votações, a presidente da ‘Casa’, Ivonete Ludgério (PSD) pode ser convocada a opinar e decidir a questão. A Comissão vai ouvir a coordenação do Procon no próximo dia 17 deste mês.
O Jornal da Paraíba procurou o presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Interior da Paraíba, Bruno Agra, mas não conseguiu localizá-lo.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.