Vida Urbana

Procon notifica estabelecimentos de JP por alta em preços de tijolo e cimento

Preço do milheiro do tijolo aumentou 56%, chegando a custar R$700,00.




Foto: Divulgaçã/Procon-PB

Pelo menos oito lojas de material de construção foram notificadas pelo Procon da Paraíba, durante uma fiscalização realizada na sexta-feira (7). O órgão teve acesso aos locais irregulares por meio de denúncias de consumidores.

De acordo com o Procon, as irregularidades foram constatadas nos preços do milheiro do tijolo, que custava R$450 e passou a ser cobrado a R$700, um aumento de 56%. O preço do cimento também foi fiscalizado.

Os locais notificados têm até 5 dias para apresentar as notas fiscais de compra e venda dos produtos, com os devidos comprovantes para aumento exagerado dos preços. Caso a alta se configure como sendo um abuso de preços, as lojas podem pagar mutas de até 3 milhões de UFIR.

A superintendente do Procon-PB, Késsia Cavalcanti, explicou, ainda, que se o abuso de preços for constatado, o órgão passará a fiscalizar as distribuidoras.

Os consumidores podem realizar denúncias junto ao Procon da Paraíba por meio do WhatsApp, através do número (83) 98618-8330, pelo site, Instagram e Facebook do órgão (@proconpb).


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.