Vida Urbana

Procon de Campina Grande fecha 28 bares e espetinhos que funcionavam de maneira irregular

Locais estão proibidos de abrir, conforme os decretos estadual e municipal, devido a pandemia da Covid-19.




Foto: Divulgação/Procon CG

Uma fiscalização do Procon de Campina Grande fechou 28 bares, espetinhos, e demais estabelecimentos do ramo alimentício que funcionavam de maneira irregular, na noite desta sexta-feira (3). Os locais estão proibidos de funcionar, conforme os decretos do Estado e do Município, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o coordenador do Procon-CG, Rivaldo Rodrigues, os 28 estabelecimentos que estavam em pleno funcionamento foram notificados, e os proprietários foram orientados a fechá-los. Ainda segundo Rivaldo, não houve tentativa de resistência à fiscalização por parte de nenhum proprietário.

Devido ao grande número de denúncias e constatações de funcionamento irregular dos bares, o Procon, em parceira com a Polícia Militar, deve continuar realizando uma fiscalização específica nestes estabelecimentos durante a próxima semana.

A prefeitura de Campina Grande havia planejado a reabertura de bares e restaurantes para a última segunda-feira (29), mas voltou atrás considerando a quantidade de casos de Covid-19 no município. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a cidade possuía 6.900 casos da doença, até a sexta-feira (3).


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.