Vida Urbana

Processo seletivo do IFPB vai ter 1.570 vagas e aceitará notas do Enem dos três últimos anos

A instituição optou por não aderir ao Sisu por causa da da pandemia da Covid-19.




Foto: Divulgação/IFPB

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) está programando para este segundo semestre, a realização de um processo seletivo próprio, já que a instituição decidiu não aderir ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o período 2020.2. Serão oferecidas 1.570 vagas e a novidade é que os candidatos poderão utilizar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dos anos de 2017, 2018 e 2019. Ainda não há data confirmada para o lançamento do edital.

As 1.570 vagas estarão distribuídas em 26 cursos, nos dez campi da instituição. Dentre os cursos, o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) avaliou que, de 2015 até o momento, 20 tiveram conceito 4 e seis obtiveram a nota máxima, que é 5.

O IFPB optou por não aderir ao Sisu para o preenchimento das vagas em cursos de graduação no segundo semestre de 2020. A decisão leva em consideração a situação de emergência provocada pela Covid-19, as dificuldades de gerenciamento do processo de matrícula por meio do Sisu e cumprimento do seu cronograma de execução.

De acordo com o Diretor de Educação Superior, Geísio Vieira, uma seleção própria se faz necessária nesse momento de pandemia em que os servidores técnico-administrativos estão trabalhando de forma remota e os estudantes não podem se deslocar até a instituição para a entrega física dos documentos exigidos para a matrícula do Sisu.

“Um processo seletivo próprio vai facilitar em diversos aspectos. Um deles é a definição de um cronograma regional, de acordo com as nossas particularidades”, afirmou Geísio.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.