Vida Urbana

Problema técnico em operadora deixa Samu fora do ar por 24 horas

Segundo o departamento de comunicação da Prefeitura de Sousa, ligações de socorro estão sendo encaminhadas para o Corpo de Bombeiros de forma emergencial.




Karoline Zilah

A população do município de Sousa, no Sertão paraibano, está sem contato direto com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) desde as 10h30 da quarta-feira (23). O telefone 192 está fora do ar há, no mínimo, 24 horas. Como medida emergencial, o órgão e a Prefeitura orientaram os moradores da cidade a ligar para o Corpo de Bombeiros, que encaminha os chamados de socorro via rádio para o Samu.

O departamento de Comunicação de Sousa divulgou que, por dia, são feitos cerca de 50 atendimentos no Samu dentro do município e em comunidades circunvizinhas. Ontem, até o momento em que a linha caiu, apenas 12 pessoas haviam sido atendidas. As demais solicitações foram repassadas pelos bombeiros.

O problema, segundo a prefeitura, teria ocorrido com a operadora Oi. Foram feitas três solicitações de reparo à empresa. O prazo inicial concedido para o restabelecimento do serviço foi de oito horas, o que não aconteceu.

O assessor de imprensa Alexandre Galvão informou que a população ainda enfrenta outra dificuldade na hora de pedir algum tipo de socorro: o Corpo de Bombeiros (193) só recebe chamadas originadas de telefones da operadora Oi. Quem tenta com outras operadoras tem a ligação desviada para os bombeiros de João Pessoa ou Campina Grande.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.