Vida Urbana

Prefeitura de CG assina termo em favor de piso salarial para médicos do PSF

Caso acordo não seja cumprido, Prefeitura poderá pagar multa diária de um salário mínimo em favor do Fundo dos Direitos Difusos.




Da Redação

A Prefeitura de Campina Grande deve encaminhar projeto de lei à Câmara de Vereadores até o dia 1º de setembro fixando em R$ 3.060 o piso salarial dos médicos do Programa Saúde da Família (PSF). Este valor corresponde ao teto básico que vem sendo pago à categoria, em nível nacional, enquanto essa equiparação no município ainda é feita à base de gratificações.

A medida foi acordada em Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado na última segunda-feira (23), entre o Ministério Público da Paraíba, Prefeitura Municipal, Conselho Regional de Medicina (CRM) e Sindicato dos Médicos. O não cumprimento do acordo acarretará em multa diária de um salário mínimo em favor do Fundo dos Direitos Difusos.

De acordo com o documento, a Prefeitura de Campina Grande terá de apresentar ao Ministério Público até o fim deste ano uma minuta do projeto do Plano de Cargos, Carreira e Vencimento dos profissionais da saúde do município. Dentro desse período, o piso nacional de R$ 3.060 já deverá estar implantado nos contracheques dos médicos do PSF.

Entrou em acordo ainda o Poder Executivo que se obriga a efetuar, dentro dos prazo legais estabelecidos em leis trabalhistas, o pagamento do terço de férias e os reajustes anuais, tomando como parâmetro a data-base da categoria. No que se refere às melhorias de condições de trabalho exigidas pelos profissionais do PSF, o Ministério Público se encarregou de encaminhar ofícios aos Conselhos Regionais de Medicina, Odontologia e Enfermagem e à Gerência de Vigilância Sanitária (Gevisa), para que realizem vistorias nas Unidades Básicas de Saúde.

Os resultados apresentados por esses órgãos serão encaminhados pelo Ministério Público aos gestores do setor de saúde municipal, a quem compete promover reformas necessárias, dando prioridades às situações mais urgentes, de modo a oferecer atendimentos condignos à comunidade.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.