Vida Urbana

População pede fim da violência em Lagoa Seca

Caminhada “Paz pela Paz”, percorreu as principais ruas da cidade a fim de conscientizar a população sobre a cultura da paz.



Magnus Menezes
Magnus Menezes
Mobilização teve a adesão de alunos da rede municipal e estadual de ensino

Cerca de 500 pessoas se reuniram ontem à tarde em uma caminhada pela paz, no município de Lagoa Seca, no Agreste paraibano. A caminhada “Paz pela Paz”, promovida pela Secretaria de Educação em parceria com a Igreja Católica e entidades não governamentais, percorreu as principais ruas da cidade a fim de conscientizar a população sobre a cultura da paz.

Aos poucos, o grito ‘Paz! Violência jamais!’ chamou a atenção da comunidade que acabou se unindo à caminhada. A mobilização teve a adesão de alunos da rede municipal e estadual de ensino. Para as estudantes Mayara Sasha e Janaína Lopes, a mobilização é importante para sensibilizar a sociedade e ajudar a criar uma consciência coletiva de amor ao próximo e não violência.

De acordo com a secretária municipal de Educação, Joelma Rocha, esse tipo de ação é dever de todo cidadão e a iniciativa surgiu após a morte de Lucas Araújo da Silva, 12 anos, ocorrida na semana passada, quando os bandidos tentaram roubar a moto do carroceiro Paulo da Silva, 42 anos, pai da vítima. O pai e outros familiares do garoto participaram da mobilização com cartazes.

Para o frei Francisco, a iniciativa é movida pelo sentimento de insegurança presente na comunidade. “Estamos a mercê da sorte, não temos segurança em espaço nenhum. Pedimos justiça eficaz para aqueles que cometem atrocidades e continuam impunes”, comentou. Já a agricultora Eliane Solto acredita que deve haver uma mudança nas leis para que os criminosos não saiam impunes. “Somente uma mudança nas leis vai possibilitar a eficiência do trabalho da polícia”, pontuou.

O Comandante do 2° Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Souza Neto, afirmou que o policiamento realizado na região foi redobrado há cerca de um mês. “Antes tínhamos apenas dois homens que cobriam a região. No mês passado mais dois policiais foram designados para reforçar o policiamento da área e agora temos 4 homens no efetivo. Nossos esforços têm sido concentrados e acredito que nas próximas duas semanas a cidade esteja ganhando outra viatura da patrulha rural”, frisou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.