Vida Urbana

PM é preso após efetuar disparo no Parque do Povo e atingir mulher

Recolhido na sede da 3ª CPTran, policial militar diz que tiro foi acidental.




Policial militar está preso na sede da 3ª CPTran, em Campina Grande

Um policial militar, lotado na Companhia de Policiamento Trânsito, está preso na sede da 3ª CPTran, no bairro da Palmeira, em Campina Grande, suspeito de atirar em uma mulher. A confirmação foi feita neste domingo (2) pelo comandante do II BPM, tenente-coronel Cristovão Lucas.

Durante uma festa na madrugada deste domingo, no Parque do Povo, o policial teria efetuado um disparo de arma de fogo em meio a uma confusão e atingiu Camila Mayara Silva Moura, de 19 anos. O militar estava de folga.

O tiro de pistola atingiu o ombro da jovem. A mulher foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. O policial, que não teve seu nome identificado, explicou que o disparo foi acidental no momento em que tentaram tomar sua arma. A Polícia Civil vai inquérito para apurar o caso.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.