Vida Urbana

Polícia interrompe velório e retira corpo de mulher do caixão para fazer exames

Segundo a polícia, familiares procuraram a delegacia para que a causa da morte fosse investigada. 



Eli Cavalcante/Arquivo Pessoal
Eli Cavalcante/Arquivo Pessoal
Laudo pericial com a causa da morte da mulher deve sair em 30 dias.

O velório de uma mulher de 42 anos foi interrompido após familiares procurarem a polícia pedindo para que fosse investigada a causa da morte. O caso aconteceu no último sábado (22), na cidade de Belém do Brejo do Cruz, na região do Sertão da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, a mulher passou mal e foi levada para o hospital já sem vida, o marido informou que ela foi vítima de um infarto.

Ainda conforme a PC, a mulher identificada como Rita Tavares da Silva passou mal na madrugada do sábado e foi levada pelo marido ao hospital. Ao retornar da unidade hospitalar o esposo da mulher,  Francimilton Cardoso de Araújo, 48 anos, providenciou o velório ainda pela manhã.

A PC informou que familiares da mulher foram até a delegacia de São Bento, na mesma região, dizendo que suspeitavam que o esposo seria o responsável pela morte dela e os policiais foram até o velório com equipes do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Patos para encaminhar o corpo para perícia.

O homem foi levado para a delegacia, prestou depoimento e foi liberado logo em seguida. O corpo da mulher foi liberado ainda na noite de sábado e sepultado na manhã de domingo (23). A Polícia Civil disse que o marido da vítima ainda não está sendo tratado como suspeito e que o laudo pericial com a causa da morte da mulher deve sair em 30 dias.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.