Vida Urbana

Polícia identifica envolvidos em vídeo que mostra criança fumando

De acordo com a Polícia falta identificar uma pessoa. Promotoria adiantou querer resgatar a criança dessa situação de risco. Assista ao vídeo apreendido em celular de traficante.




Da Redação

A polícia iniciou as buscas desde que tomou conhecimento de um vídeo que mostra uma criança fumando um cigarro, supostamente de maconha, na frente da mãe e de amigos. As investigações começaram nesta quarta-feira (1) e a polícia já identificou três pessoas e a casa onde as imagens foram gravadas.

As imagens foram encontradas no celular de Chapola, um criminoso que foi detido nesta quarta-feira na Grande João Pessoa.

De acordo com o agente de polícia Milton Luís, encarregado das investigações, três pessoas, das quatro que aparecem, já foram identificadas, uma delas seria a mãe do menino de aproximadamente quatro anos. A jovem que aparece sentada é tia da criança, segundo o delegado Francisco de Assis, responsável pelas investigações. Já o rapaz que oferece o cigarro a criança é conhecido pelo apelido de Babaçu, e já teria sido morto há alguns dias. Uma quarta pessoa, um homem que aparece rapidamente nas imagens, ainda não foi identificado.

Segundo o agente, a polícia já localizou a casa onde as imagens foram gravadas. “A casa fica na praia do Jacaré e estava alugada pela mãe da criança e por uma jovem amiga dela”, afirmou. Chegando ao local da gravação a polícia constatou que a casa estava abandonada e que os vizinhos não souberam dar detalhes do paradeiro delas. “Só ficamos sabendo que elas se mudaram para um bairro próximo a Torre, em João Pessoa” .

Segundo a promotora da Infância e Juventude, Soraya Escorel, essas pessoas submeteram a criança a uma situação de constrangimento e risco, o que caracteriza violação dos direitos da infância e juventude.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.