Vida Urbana

Polícia divulga imagens de suspeitos de roubar malotes de carro-forte na UEPB

Hospital de Trauma atendeu vigilante e 15 estudantes que foram feridos.




Suspeitos de assaltar dinheiro de carro-forte e provocar tiroteio são procurados pela polícia

A Polícia Militar, por meio do comandante do 2º BPM, tenente-coronel Rogério Damasceno, divulgou as imagens de dois suspeitos em ação, no roubo a um carro-forte na agência bancária, do Câmpus de Bodocongó, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande.

O tenente-coronel Rogério Damasceno disse que a Polícia Civil está trabalhando para identificar os bandidos. As duas fotos enviadas foram reproduzidas do circuito de câmeras da UEPB. As forças de segurança da Paraíba destacam que a população pode ajudar na identificação através das linhas 190 e 197.

Psicólogos

A equipe de psicólogos e assistentes sociais da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) estará a partir das 7h desta terça-feira (2), na Central de Integração Acadêmica, prestando uma assistência especial às pessoas que foram feridas e vivenciaram momentos de tensão nesta segunda-feira (1º), no Câmpus de Bodocongó. Cinco mil estudantes estavam na central de aulas, que fechou.

Na ocasião,  bandidos assaltaram um carro-forte no momento do abastecimento dos caixas eletrônicos da agência do Santander, instalada no local, trocando tiros com seguranças do banco. Os bandidos fugiram. A Polícia fez buscas, mas nenhum deles foi preso.

Devido à ação criminosa, muitos estudantes, professores e técnicos administrativos vivenciaram uma situação de extremo impacto emocional e a intenção da Administração Central da UEPB, através da Pró-Reitoria de Estudantil (PROEST), é garantir que o retorno das atividades no Câmpus I aconteça com tranquilidade e que o episódio desta segunda possa ser superado com o menor impacto possível na vida de quem passou por momentos de grande medo.

Aqueles que necessitarem de um acompanhamento maior, serão encaminhados para atendimento específico. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 3315-3450.

Feridos liberados

O Hospital de Trauma de Campina Grande informou que foram 16 pessoas atendidas no Hospital de Trauma de Campina Grande. Duas pessoas foram baleadas, sendo uma estudante e um vigilante. Eles já receberam alta médica.

Por sua vez, 14 estudantes sofreram escoriações após tentarem fugir do câmpus pulando janelas e muros. Até às 18 horas, a maioria foi medicada e liberada.

Proibição para abastecer caixas 

Desde 2016, a Reitoria da UEPB tinha recomendado o não abastecimento dos caixas-eletrônicos, pois temia uma explosão por criminosos, no Câmpus de Bodocongó. A direção do banco atendeu. Depois, a comunidade fez apelos e a agência voltou a fazer o abastecimento.

Diante disso, o reitor Rangel Júnior adiantou que vai pedir à direção do Santander que não realize mais o abastecimento dos caixas, a fim de evitar novas ações criminosas no interior da UEPB.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.