Vida Urbana

Piloto de lancha que bateu em jet ski presta depoimento

Piloto da lancha, que é médico, disse em depoimento ter prestado primeiros socorros.




O médico que conduzia a lancha que se envolveu em um acidente com um jet ski no último sábado (31) em Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa prestou depoimento neste domingo (1) ele se apresentou na 7ª Delegacia Distrital de Cabedelo e foi encaminhado para a Delegacia de Crimes contra Idosos onde foi ouvido por volta das 16h pela delegada Maria Rodrigues que respondia pelo plantão da 7ª DD no dia do acidente.

A colisão entre duas embarcações ocasionou a morte do empresário Edmundo Pereira de Assis, 54 anos, e também está sendo investigada pela Capitania dos Portos da Paraíba.

Acompanhado pelo advogado, ele disse em depoimento que tentou prestar socorro ao empresário que estava no jet ski, mas logo percebeu que ele não apresentava mais sinais vitais. Outras duas testemunhas que estavam no local e ajudaram a prestar socorro à vítima também serão ouvidas pela delegada.

O laudo da perícia que será feito nas duas embarcações vai ajudar a esclarecer as causas do acidente e, de acordo com o comandante da Capitania dos Portos, Paulo Santos Oliveira, o inquérito que foi instaurado para apurar as circunstâncias do acidente deve ser concluído nos próximos 90 dias.

As duas embarcações estão apreendidas em uma marina na Praia do Jacaré para que a perícia seja feita. A reportagem entrou em contato com o médico que conduzia a lancha, porém ele disse que o caso já estava com a Justiça e que, portanto, não se pronunciaria mais sobre ele.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.