Vida Urbana

Campina Grande foi o principal polo comercial da Paraíba em 2018, aponta IBGE

Levantamento foi publicado de maneira antecipada para contribuir com diagnósticos do impacto da Covid-19 no Brasil.




A cidade de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, foi o principal polo comercial da Paraíba no ano de 2018, conforme dados da pesquisa Regiões de Influência das Cidades (Regic), divulgada pelo IBGE nesta sexta-feira (22). A cidade apresentou os maiores índices de atração para a compra de roupas, calçados, móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Segundo o IBGE, o levantamento do Regic foi publicado de maneira antecipada para contribuir com diagnósticos do impacto da Covid-19 no Brasil. A base do cálculo dos índices é a entrevista da população residente nos municípios entrevistados, bem como o percentual de destinos. Dessa forma, o indicador aponta uma quantidade potencial de pessoas que a cidade pode atrair para a aquisição de bens ou serviços.

Moradores de pelo menos 54 municípios da Paraíba escolhiam Campina Grande para compra de peças de vestuário e calçado para consumo próprio. A quantidade de cidades onde a preferência para compra de móveis, eletrodomésticos e eletrônicos aumenta em comparação aos demais itens; a população 58 municípios do estado queriam vir à Campina Grande para usufruir do comércio.

Já a cidade de Patos, no Sertão da Paraíba, foi o principal destino de compras para moradores de 29 cidades, para produtos de vestuário e calçados. A capital João Pessoa, que é polo comercial de artigos de vestuário e calçados para cidades de 21 cidades e pelo menos 14 municípios a procuram para comprar móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Já em relação com ao deslocamento para compras, a Paraíba teve a segunda menor distância linear média do país percorrida, pela população para comércio de móveis, eletrodomésticos, aparelhos eletrônicos e de informática, de 37,5 quilômetros. Para o comércio de vestuário e calçados, a distância doi de 49,1 km, sendo o quarto menor número do ranking nacional.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.