Vida Urbana

PB tem 60% das rodovias em condições que variam de péssimo a regular

CNT avaliou 1.665 quilômetros de rodovias na Paraíba. Um total de 221 quilômetros foram classificados como péssimos, 244 como ruins e outros 535 como regulares.




Pesquisa da Confederação Nacional de Transportes (CNT) divulgada nesta quinta-feira (16) aponta que 60% das rodovias da Paraíba tem classificação variando de péssimo a regular. O órgão avaliou 1.665 quilômetros na Paraíba, 1.269 de estradas federais e 396 estaduais.

Conforme a Pesquisa CNT, 221 quilômetros foram classificados como péssimos, 244 ruins e 535 regulares. Outros 565 quilômetros receberam a classificação de bom e 100 foram apontados como ótimos, juntos eles representam 39,9% do total avaliado.

O maior problema nas estradas da Paraíba é a geometria. Apenas 61 quilômetros de via foram apontados como bons ou ótimos nesse segmento. Do total, 714 foram considerados péssimos, 176 ruins e outros 714 regulares.

A CNT avaliou o pavimento como um ponto positivo das rodovias paraibanas. São 816 quilômetros com pavimento ótimo e 605 regulares. Apenas 10 quilômetros foram classificadas como péssimos nesse quesito.

A pesquisa ainda avaliou outros fatores nas estradas paraibanas. Em relação ao tipo de rodovia, o CNT constatou que 83,6% das estradas são simples de mão dupla. As pistas duplas com canteiro central são 13,3% das avaliadas. A condição da superfície do pavimento também foi analisada e a pesquisa contatou que 53,5% está desgastado. Está perfeito 33,3%, com trinca em malha ou remendos, 12,6%, e destruído, 0,6%.
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.