Vida Urbana

PB não tem órgão que monitore poluição

A previsão é que esse serviço seja implantado no Estado só a partir do próximo ano.




Na Paraíba, ainda não existe nenhum órgão oficial que realize o monitoramento dos poluentes presentes na atmosfera. A previsão é que esse serviço seja implantado no Estado só a partir do próximo ano, como informa a chefe de Controle de Poluição do Ar da Superintendência de Administração de Meio Ambiente (Sudema), Luciana Alves de Nóbrega. Ela acrescenta que os projetos para a criação do monitoramento já estão em estudo.

“No Brasil, apenas São Paulo e Rio de Janeiro possuem níveis de poluentes que ultrapassam os níveis estabelecidos pelo Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente). Vamos monitorar a qualidade do ar e acompanhar a evolução dos níveis poluentes, para sugerirmos ações e evitar que a Paraíba chegue ao extremo desses dois Estados”, disse.

Apesar da Paraíba não dispor de um sistema oficial de monitoramento, Luciana não acredita que João Pessoa esteja com altos índices de poluição.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.