Vida Urbana

Patos libera 'peladas' sem confraternização entre participantes em nova fase de flexibilização

Novo decreto também libera casamentos e aniversários, além de aulas em laboratórios.




A Prefeitura de Patos, no Sertão paraibano, liberou a realização do futebol amador, mas desde que os participantes dos jogos não promovam confraternizações após as partidas. O novo decreto de flexibilização, publicado no Diário Oficial do Município desta terça-feira (22), também autoriza outros setores como o de eventos sociais e aulas laboratoriais.

A prefeitura liberou a autorizou a retomada dos jogos de futebol amador, as populares “peladas”, com a recomendação de que sejam adotadas as medidas sanitárias básicas de distanciamento social em relação a grupos de torcedores. O decreto, no entanto, proíbe a realização da tradicional confraternização entre os participantes dos jogos após as partidas, por gerar aglomerações e potencializar possíveis e desnecessários riscos de contaminação.

Os Clubes Sociais, arenas de futebol society e escolinhas de futebol, também ficam autorizados a funcionar e promover a prática de esportes individuais e coletivos a partir de 22 de setembro, obedecendo às regras de higiene e desde que atendida as seguintes restrições.

No âmbito da educação, o decreto autorizada as instituições privadas de ensino superior do Município de Patos a abertura das salas de aulas para prática em laboratórios e estágios supervisionados, mas restrito a 50% da capacidade das salas de aula. As demais instituições de ensino superior deverão manter o ensino à distância por meio de tele aula.

De maior impacto econômico, no entanto, uma das principais mudanças está a autorização para a reabertura das casas de recepção para as atividades festivas relacionadas a casamentos e aniversários com até 30% da capacidade máxima do local do evento. As casas de recepção que tenham capacidade de lotação superior ou igual a mil pessoas, só poderão dar acesso a, no máximo, 100 participantes.

A cidade foi mantida na bandeira amarela, na última atualização do Plano Novo Normal Paraíba da Secretaria de Estado da Saúde, divulgada no último domingo (20). No decreto, foi considerado o aumento do número de leitos na UPA/HRP após reforma, aquisição de respiradores, bem como a diminuição do número de pacientes com
sintomas respiratórios, atingindo o percentual de 29% referente, aos últimos 75 dias.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.