Vida Urbana

Paraíba não alcança meta do IDEB para o ensino médio desde 2013

Em 2019, por exemplo, a meta geral para o ensino médio da Paraíba era 4,6, mas ficou em 4,0.




Foto: Divulgação

Divulgado nesta terça-feira (15), o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) revela um dado preocupante: desde 2013, a Paraíba não consegue alcançar a meta estabelecida para o ensino médio. Esta pesquisa, realizada há cada dois anos, apresenta índices referentes a qualidade do ensino que o Ministério da Educação (MEC) espera.

Procurada pelo JORNAL DA PARAÍBA, a Secretaria de Estado da Educação e Ciência e Tecnologia do Governo da Paraíba (SEECT) informou que o secretário Cláudio Furtado só vai se posicionar sobre o assunto nesta quarta-feira (16).

Em 2019, por exemplo, a meta geral para o ensino médio da Paraíba era 4,6, mas o índice alcançado ficou em 4,0. As escolas estaduais registraram 3,6, enquanto a meta estabelecida pelo Ideb era 4,2. Já as instituições da rede privada alcançaram 5,9, longe dos 6,4 estabelecidos.

Nova Palmeira e Pombal são destaques

Ao contrário da meta geral da Paraíba, as cidades de Nova Palmeira (Curimataú) e Pombal (Sertão) se destacaram com os melhores índices dentre os municípios paraibanos com ensino médio, sendo a primeira (5,2) e a terceira (4,9), respectivamente. A cidade de São Mamede, também no Sertão, alcançou o segundo melhor índice, mas não conseguiu chegar a meta estabelecida pelo Ideb.

Anos iniciais evoluem e anos finais regridem

A meta total para os anos iniciais do ensino fundamental, com o índice de 5,0, foi alcançada pela Paraíba, registrando 5,4, com base no Ideb 2019. Por outro lado, os anos finais do ensino fundamental ficaram com 4,3, enquanto a meta estabelecida era 4,5.

Os destaques nas redes municipais, em relação a anos iniciais, foram as cidades de Coxixola, Pombal, Boa Vista e Várzea. Nos anos finais, Água Branca e novamente Várzea.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.