Vida Urbana

Pai e filho são baleados após PMs confundi-los com assaltantes

Vítimas chamaram a Polícia Militar denunciando que estavam tendo a casa roubada. Pai acabou morrendo.




Um homem morreu e outro ficou ferido após serem confundidos com criminosos e baleados, na noite da quinta-feira (5), na cidade de Areial, no Agreste da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, os tiros foram efetuados por policiais militares que acharam que os dois fossem assaltantes. As vítimas, pai e filho, foram socorridas e levadas para o hospital, mas uma morreu antes de receber atendimento.  A Polícia Militar disse que o caso será investigado.

Ainda conforme a Polícia Civil, as vítimas foram identificadas como, Francisco de Assis Pedro, 59 anos, que foi atingido nas costas e não resistiu aos ferimentos, e o filho dele Adriano Pedro, de 23 anos. Eles acionaram a PM por volta das 19h, informando que a residência, onde moram, que fica no Sítio Lages, estava sendo invadida por bandidos. Ao chegar no local, a PM avistou os dois homens armados com espingarda e machado saindo da casa e atirou, achando que se tratavam dos suspeitos.
 
As vítimas atingidas foram levadas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande pela própria viatura da PM, mas o agricultor de 59 anos morreu a caminho do hospital. Já o filho dele foi atendido e já recebeu alta.
 
O coordenador do Centro Integrado de Operações Policiais (CIOP) da Polícia Militar, o capitão Edman Gutemberg, disse que a ocorrência está em aberto e que tudo será investigado.

(Atualizada às 8h56)


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.