Vida Urbana

Órgãos ambientais fazem ‘blitz’ de fogueiras em Campina Grande

Apesar de recomendações sobre fogueiras comunitárias, população chega a acender até três fogueiras por ruas. Irregularidades estão



Karoline Zilah/Paraíba1
Karoline Zilah/Paraíba1
Blitz tem objetivo de educar população e fiscalizar possíveis irregularidades

Karoline Zilah

Em Campina Grande, a véspera de São João é de muitos fogos de artifício no céu e… muita fumaça! Apesar dos apelos para que a população adote fogueiras artificiais ou comunitárias, a tradição fala mais alto e a as fogueiras à lenha estão por toda a cidade. A reportagem do Paraíba1 visitou ruas do bairro do Catolé na noite desta quinta-feira (23) e encontrou ruas com até três fogueiras.

Para orientar os moradores e fiscalizar possíveis irregularidades, a Coordenadoria de Meio Ambiente da Prefeitura de Campina Grande realiza uma ‘blitz junina’ esta noite e na sexta-feira (24). De acordo com a coordenadora Alana Dias Carvalho, o trabalho é de ‘educação ambiental’. Os primeiros resultados serão divulgados na sexta-feira.

A ação conjunta é uma iniciativa do Ministério Público Estadual, da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Sudema) e da organização não governamental Apam com o auxílio da Força Florestal, do Batalhão Ambiental e do 10º Batalhão da Polícia Militar.

Ainda conforme Alana, é proibido acender fogueiras em ruas públicas que tenham pavimentação asfáltica e a menos de 200 metros de distância de estabelecimentos públicos ou privados que sejam de uso coletivo.

Caso a lei seja desrespeitada, a madeira utilizada pode ser apreendida e o responsável pela fogueira fica sujeito a pagar multa.
 

Orientações

A Sudema orienta que as pessoas que forem comprar lenha exijam do vendedor a autorização de comercialização emitida pelo órgão. Outro conselho é não colocar fogueiras sobre o asfalto, abaixo de árvores ou fiação elétrica.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.