Vida Urbana

Operação do Ibama apreende quase 600 animais silvestres em sete cidades da Paraíba

Animais apreendidos com vida serão devolvido ao habitat natural, conforme o órgão.




Foto: Divulgação / IBAMA

Pelo menos 572 animais silvestres foram apreendidos pelo IBAMA, em sete cidades do Sertão e Cariri da Paraíba. A ‘Operação Abacaí II’ foi realizada entre os dias 17 e 23 de agosto, e aplicou cerca de R$ 281 mil em multas. O balanço foi divulgado nesta terça-feira (25).

De acordo com o Ibama, entre os animais apreendidos estavam 500 arribaçãs; 67 pássaros silvestres de diversas espécies, mantidos ilegalmente em cativeiro; além de cinco tatus da espécie peba, dos quais, quatro estavam vivos.

Os fiscais realizaram as apreensões nas cidades de Cacimbas, Brejo do Cruz, São Francisco, Olivedos, São João do Cariri, São João do Rio do Peixe e Paulista. Os animais abatidos serão incinerados, e os demais serão soltos em habitat natural.

Além dos animais, o Ibama apreendeu 75 gaiolas utilizadas para cativeiros ilegais de pássaros. Todas as gaiolas apreendidas foram queimadas.

Segundo Arthur Navarro, superintendente do Ibama na Paraíba, o órgão tem realizado operações de proteção à fauna silvestre, com ações de inteligência estratégica. “O objetivo é evitar a matança de espécimes e devolvê-lauss à natureza, assegurando, portanto o seu ciclo reprodutivo”, comentou.

Durante a pandemia do novo coronavírus, as ações se adequaram aos cuidados de enfrentamento ao vírus. A população pode realizar denúncias através da Linha Verde, através do número 0800-61-8080.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.