Vida Urbana

Mutirão para emissão de documentos é prorrogado até 5 de novembro, em João Pessoa

Foi acrescentada a oferta de mais um serviço: o Atestado de Antecedentes Criminais.




Foto: reprodução/TV Cabo Branco

O mutirão para emissão gratuita de documentos para a população em situação de vulnerabilidade social foi prorrogado por mais um mês. O atendimento no Espaço Cultural, em João Pessoa, estava previsto para finalizar no dia 4 de outubro, mas, devido à grande procura, foi prorrogado até o dia 5 de novembro, com a oferta de mais um serviço: o Atestado de Antecedentes Criminais. Nos primeiro dias, ele causou grande aglomeração.

A fim de agilizar o atendimento da demanda provocada pela pandemia do coronavírus, a ação, que faz parte do Programa Cidadão, continuou com a emissão de documentações também neste final de semana. Nesta primeira semana do mutirão – 21 a 27 de setembro – foram realizados 3.946 atendimentos, entre os serviços de emissão de RG (1ª e 2ª vias); CPF (1ª e 2ª vias); Carteira de Trabalho e Previdência Social Digital (CTPS) e foto 3×4 para documentos.

O mutirão para emissão de documentos acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h, com 150 atendimentos diários. Para efetivar a emissão dos documentos é necessário apresentar a Certidão de Nascimento ou a de Casamento originais. Só serão aceitas cópias, se autenticadas em cartório.

As ações do Programa Cidadão também continuam de forma itinerante no interior do Estado, de acordo com calendário pré-estabelecido: nesta segunda-feira (28), o atendimento foi no município de Pitimbu, seguindo agora para Alhandra (29 e 30), Pilar (1º) e Sobrado (2).


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.