Vida Urbana

Mulher passa mais de 20h em cárcere privado

Suspeito, que é esposo da vítima, se entregou logo depois da liberação da refém e foi levado para a Delegacia da Mulher.




Mais um caso de violência doméstica foi registrado em João Pessoa e uma mulher passou mais de 20 horas sendo ameaçada pelo marido juntamente com o filho do casal. A família mora no bairro do Estados, em João Pessoa.

De acordo com informações do major Jerônimo Bisneto, comandante do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope), as discussões entre o casal começaram por volta das 17h do último domingo e as vítimas estavam sendo mantidas em cárcere privado sob a mira de uma faca.

“Nós recebemos a informação de que ele estava agredindo a mulher e ameaçando o filho. Quando chegamos na residência, vimos que o acusado estava armado e ameaçando matar a esposa”, disse.

Desde o início da manhã de ontem os policiais isolaram a área próxima à residência da família, localizada na Avenida Bahia.

Ainda segundo o major, enquanto os policiais negociavam a liberação dos reféns, o funcionário público Luís Eduardo Bento teria ferido a esposa com um golpe de faca em uma das pernas e, por volta das 14h, se entregou à polícia.

A mulher e a criança, um menino de 2 anos, foram socorridos por equipes do Corpo de Bombeiros e encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro de Manaíra, e liberados por volta das 15h.

O acusado foi levado para a Delegacia da Mulher, na capital, onde prestou depoimento e deverá ser autuado por cárcere privado, agressão e ameaça. Segundo a delegada da Mulher, Maíza Félix, como o acusado é reincidente, ele será encaminhado para o presídio.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.