Vida Urbana

Mulher é presa em Remígio após matar filha de dois meses por sufocamento

Crime aconteceu na madrugada deste domingo, após a mãe voltar de uma festa.




Segundo a polícia civil de Esperança, mulher estaria embriagada e dormiu sobre a criança. Foto: Divulgação/PC

Uma mulher de 35 anos foi autuada em flagrante neste domingo (16), no município de Remígio, Brejo paraibano, acusada de matar a própria filha, uma bebê de dois meses, por sufocamento. Segundo informações da Polícia Civil ao G1, ela estaria embriagada e dormiu por cima da criança, provocando a morte da menina.

De acordo com o delegado Cristiano Santana, a mãe da criança contou que na noite do sábado (15) saiu para beber com amigos e uma vizinha em um bar no sítio Lagoa do Mato, onde reside, levando as filhas. Ela explicou que ao retornar colocou as crianças, que eram gêmeas, para dormir na cama, e deitou-se junto a elas.

Ao acordar, durante a madrugada, a mulher percebeu que uma das meninas não estava mais respirando, e chamou a polícia. “A mãe da vítima prestou depoimento e contou que bebeu e dormiu na mesma cama das crianças, mas não se recorda de ter feito nenhum movimento brusco e afirmou que não sabe a causa da morte da menina”, relatou o delegado.

Ainda segundo Santana, a mulher foi autuada em flagrante por homicídio culposo, quando não existe intenção de matar, e ficará presa até a audiência de custódia. Ela morava sozinha em uma casa com as duas filhas gêmeas e um filho, adolescente. A outra filha da acusada ficará com uma das suas tias.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.