Vida Urbana

Missa e homenagens marcam um ano da morte de Gabriel Diniz, nesta quarta

Músico faleceu há um ano em um trágico acidente aéreo, no estado de Sergipe.




Gabriel Diniz

Gabriel Diniz

O cantor Gabriel Diniz morreu há um ano, após um acidente aéreo no estado de Sergipe. Para homenagear o artista, a família fará uma missa virtual com transmissão ao vivo no canal do cantor no Youtube, nesta quarta-feira (27). Os fãs de Gabriel Diniz também irão se reunir para homenageá-lo em uma outra transmissão ao vivo, às 19h de quinta-feira (28) no canal do fã clube “Memórias do GD”, também no Youtube.

O evento está sendo organizado pelo pai do artista, Cizinato Diniz. Na postagem de divulgação ele destaca a saudade que sente do filho. “27 de Maio, dia difícil de ser encarado por nós. A vontade é de acordar desse pesadelo, porém tudo isso é real e não podemos negar que aconteceu. Mas também temos que lembrar e festejar o quanto Gabriel foi feliz e contagiante enquanto esteve entre nós e por isso celebremos a Páscoa dele juntos, com alegria, na certeza de que ele esteja como anjo que é, ao lado de Deus todo poderoso”, diz o postagem.

Ao G1, Cizinato Diniz, pai do artista, comentou a saudade do filho, que nasceu no Mato Grosso do Sul mas ainda criança foi morar em João Pessoa, na Paraíba, estado natal dos pais. “GD”, como é conhecido, ficou nacionalmente famoso após o sucesso do hit ‘Jenifer’, no início de 2019.

O acidente

 

Natural do Mato Grosso do Sul, mas radicado na Paraíba desde criança, Gabriel morreu aos 28 anos, na queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe. Além dele, os pilotos Linaldo Xavier e Abraão Farias também faleceram no acidente.

Após investigações, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concluiu que avião realizava táxi aéreo de forma ilegal e autuou o Aeroclube de Alagoas, proprietário da aeronave.

Mas, após um ano e sucessivos pedidos de adiamento de prazo à Justiça, a Polícia Federal ainda não concluiu a investigação sobre o acidente aéreo. De acordo com o delegado da PF em Sergipe, Márcio Alberto Gomes Silva, responsável pelo inquérito, ainda são aguardados laudos periciais elaborados pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e pelo Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, que já foram requisitados.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.