Vida Urbana

Ministro da Ciência inaugura Centro de Dessalinização em Campina Grande neste sábado

Centro vai testar tecnologias e aferir o gasto de energia, custo de manutenção e a vazão de água.




Ministro Marcos Pontes (Foto: Bruno Peres/MCTIC)

Ministro Marcos Pontes (Foto: Bruno Peres/MCTIC)

Acontece neste sábado (13) a inauguração do Centro de Testes de Tecnologias de Dessalinização em Campina Grande, com a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes.

O Centro tem como objetivo testar, analisar e avaliar o desempenho de sistemas comercializáveis de dessalinização e purificação de águas salobras e salinas, aspirando oferecer o suporte tecnológico à expansão do acesso à água potável, dessalinizada e purificada, para combater a seca em regiões semiáridas brasileiras.

A solenidade de inauguração acontece às 14h na UFCG. Em seguida, às 16h30, Marcos profere uma palestra sobre ‘Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento do Brasil’.

Equipamento e parcerias

A instalação do equipamento em Campina Grande tinha sido anunciada pelo próprio ministro no final de janeiro, durante sua viagem a Israel. “O centro vai testar tecnologias e aferir o gasto de energia, custo de manutenção, a vazão de água e assim por diante. O ministério será uma ferramenta para ajudar o Ministério de Desenvolvimento Regional, que é responsável por colocar em escala e garantir a segurança hídrica”, disse na época.

O centro vai utilizar as infraestruturas laboratoriais do Instituto Nacional do Semiárido (Insa) e da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) por intermédio do Laboratório de Referência em Dessalinização (LABDES).

O Centro também deve apoiar o Programa Água Doce e outros programas de acesso à água no Semiárido, permitindo expandir o acesso à água potável dessalinizada para as populações rurais nessa região.

Segundo o Diretor do Insa, Salomão de Sousa Medeiros, a implantação do CTTD é um desafio. “A gente avalia que a dessalinização de água no Semiárido chega como uma forma de contribuir com a segurança hídrica da região e, em especial, das populações rurais difusas sem acesso à água potável. A dessalinização de água mudará para melhor a vida dessas pessoas”, afirmou Medeiros.

Divulgação


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.