Vida Urbana

Ministério libera R$ 3,7 mi para hospitais universitários da Paraíba

No total, foram liberados R$ 100 mi para 48 unidades distribuídas no Brasil. O maior montante na PB foi para o Hospital Alcides Carneiro.



Rizemberg Felipe
Rizemberg Felipe
Lauro Wanderley, que fica em João Pessoa e faz parte da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), vai receber R$ 1,5 milhão

Os três hospitais universitários da Paraíba foram beneficiados com R$ 3,7 milhões em recursos, liberados nesta quarta-feira (23). Os valores do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários (Rehuf). No total, foram liberados R$ 100 milhões para 48 unidades de todo o país. Verbas são provenientes do Ministério da Saúde e beneficia 35 municípios de 23 estados.

Nas unidades da Paraíba, o maior montante foi destinado para o Hospital Universitário Alcides Carneiro, localizado em Campina Grande, e de responsabilidade da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), que vai contar com R$ 1,6 milhão. O Lauro Wanderley, que fica em João Pessoa e faz parte da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), vai receber R$ 1,5 milhão. Já o Júlio Bandeira de Melo, que fica em Cajazeiras e é da UFCG, ganhou R$ 670 mil.

De acordo com o Ministério da Saúde, os valores são definidos de acordo com indicadores e metas de desempenho de cada hospital, como complexidade dos serviços, quantidade de leitos, desenvolvimento de pesquisa e ensino, e integração à rede do Sistema Único de Saúde (SUS) local.

Os recursos liberados pelo ministério deverão ser utilizados para a aquisição de bens e materiais de consumo.

O programa

O Rehuf é coordenado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Criado em 2010, o programa estabelece as condições materiais e institucionais para que os hospitais desempenhem plenamente suas funções de ensino, pesquisa e extensão e assistência à saúde da população.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.