Vida Urbana

Ministério garante geração de empregos em obras do São Francisco

Obras do Eixo Norte, que passa pela Paraíba, devem ser concluídas em dezembro de 2015. Reservatório Caiçaras, em São José de Piranhas, é a última etapa do projeto.



Karoline Zilah/Paraíba1
Karoline Zilah/Paraíba1
Túnel Cuncas I tem 16% de execução

Da Redação
Com Ministério da Integração Nacional

As obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco estão movimentando todo o Nodeste. O Projeto São Francisco beneficiará 12 milhões de brasileiros, e o Cuncas I, que promete ser o maior túnel da América Latina para transporte de água e terá passagem pela Paraíba, já tem 16% de execução.

O trecho da obra passa pela Paraíba, o chamado Eixo Norte, deve ser concluído em dezembro de 2015. A conclusão do reservatório Caiçaras, em São José de Piranhas, é a última etapa do projeto.

O cenário da região está em constante mudança com desenvolvimento econômico e social, com a criação de emprego e promovendo a inclusão social. Segundo o servente Jordânio Justino Lopes a qualidade de vida tem melhorado. "Com esta obra a região cresceu demais. Está gerando muitos empregos e mudando muito a vida das pessoas", completou.

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, tem vistoriado de perto a execução dos serviços do Projeto São Francisco. A expectativa do Ministério da Integração Nacional é que a obra gere quase 9 mil postos de trabalho, apenas no Ceará, até o final do ano.

O Projeto São Francisco faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal e levará garantia hídrica a 391 municípios dos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Ceará. Ele é composto por obras, estudos, projetos e demais ações, que englobam a construção de dois canais: o Eixo Norte, com 426 quilômetros e 44% de execução, e o Eixo Leste, com 287 quilômetros e 70% concluído.

Segundo o Ministério da Integração Nacional, o projeto já empenhou R$ 3,5 bilhões e até o mês de junho de 2011 foram pagos R$ 2,4 bilhões. Este valor deve chegar a quase R$ 1 bilhão até o final da obra.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.