Vida Urbana

Manifestantes ocupam agência da Caixa Econômica em João Pessoa

Segundo os manifestantes, objetivo da ocupação é cobrar rapidez na liberação de verbas para construção de conjuntos habitacionais.



Walter Paparazzo
Walter Paparazzo
Protesto luta também contra cortes no programa federal Minha Casa Minha Vida

Manifestantes ocuparam, na manhã desta sexta-feira (10), uma agência da Caixa Econômica Federal no Centro de João Pessoa. Segundo os manifestantes, o objetivo da ocupação é cobrar rapidez na liberação de verbas para construção de conjuntos habitacionais que foi iniciada na capital paraibana; segundo a denúncia do movimento, as obras estão paradas.

O movimento é liderado pela União Nacional por Moradia Popular (UNMP) e por moradores de áreas periféricas de João Pessoa. De acordo com João Natista, um dos integrantes da manifestação, o protesto foi motivado também pelos cortes no programa federal Minha Casa Minha Vida. “Esse atraso nas obras está prejudicando diretamente as famílias, que muitas vezes moram debaixo de lonas, em barracos. Isso sem falar nos cortes que o governo está aplicando no Minha Casa Minha Vida, cortes que atingem as pessoas que ganham um salário mínimo. Os que mais necessitam do programa não vão ter mais apoio para subsidiar suas moradias”, epxlicou.

João explicou ainda que representantes da ocupação estavam reunidos com a gerência da agência no final da manhã para que a superintendência da Caixa fosse avisada das pautas do movimento. “Queremos a retomada do Minha Casa Minha Vida e a saída desse governo”, completou o manifestante.

A Polícia Militar foi chamada por volta do meio dia para conversar com os participantes do protesto. Até as 12h20 as portas da agência continuavam fechadas. A assessoria da Caixa na Paraíba não atendeu as ligações da reportagem.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.