Vida Urbana

Manaíra Shopping vai reabrir lojas situadas em Cabedelo a partir de 1º de julho

As lojas localizadas no território da capital permanecerão fechadas.




Um shopping, dividido entre as cidades de João Pessoa e Cabedelo, vai abrir mais de 70 lojas e nove âncoras a partir da próximo dia 1º de julho. A reabertura acontece após 100 dias do fechamento do comércio decretado pelo Governo do Estado devido à pandemia do Coronavírus.

A medida segue o calendário de liberações anunciadas pelo prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo, na última sexta-feira (26), por meio do Plano de Monitoramento e Flexibilização da Reabertura das Atividades Econômicas da cidade.

O funcionamento das lojas de Cabedelo será no horário normal, de segunda a sábado das 10h às 22h, e nos domingos das 12h às 22h. As lojas localizadas na área pertencente ao município de João Pessoa permanecerão fechadas, mas com os serviços de delivery e drive-thru.

 

Medidas

 

Para a abertura, o shopping adotou cerca de 40 ações de prevenção, seguindo orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), Governo Federal, Governo Estadual e prefeituras municipais.

Neste momento de retorno, por meio da assessoria de comunicação, o shopping reforçou que os clientes respeitem o distanciamento social e não se descuidem quanto à higienização pessoal.

A administração do shopping também orientou os lojistas para que, nesse primeiro momento, não seja realizado nenhum tipo de promoção, evitando aglomerações indesejadas e garantindo as medidas de segurança e distanciamento necessários, evitando assim retrocesso na flexibilização concedida.

 

Mudanças

 

Caixas de pagamento: Os caixas deverão ser adaptados de forma que protejam os clientes e os funcionários, incluindo no mobiliário uma placa de vidro ou acrílico entre o caixa e o cliente. O caixa deverá ser exclusivo nessa função, evitando dessa forma a contaminação de outros itens através do manuseio com o dinheiro. As máquinas de pagamento devem ser limpas com álcool em gel 70% permanentemente e o lojista deverá disponibilizar álcool em gel 70% nos caixas, incentivando constantemente, funcionários e clientes a usá-lo.

Capacidade de clientes nas lojas: a capacidade máxima de clientes dentro da loja estará sinalizada nas vitrine. O lojista deverá ficar atento à capacidade da loja e o excedente deverá esperar do lado de fora da loja. No caso de lojas âncoras, a sinalização deve ser feita também no piso.

Treinamento: realizar treinamento constante de toda a equipe pois, como todos sabem, a mudança de hábitos demanda um bom tempo para que todos se adaptem, será necessário repassar todos os procedimentos de higienização pessoal e da loja permanentemente, a saber:

Higienização Pessoal:

• Lavar constantemente as mãos e/ou utilização de álcool 70%;
• Obrigatoriedade da utilização de máscara (permanecendo de máscara quando
saírem da loja);
• Não levarem as mãos ao rosto;
• Evitar a proximidade menor de 1,5m de qualquer pessoa;
• Não tocarem nos clientes;
• O lojista tem a obrigatoriedade de fornecer máscaras aos seus funcionários e os clientes só poderão entrar nas lojas com máscaras, caso contrário, o seu acesso deverá ser negado.

Higienização da loja:

• Todas as superfícies, tais como bancadas, provadores, área do caixa e de embalagens deverão ser permanentemente higienizados com álcool gel em 70%;
• Provadores: neste primeiro momento não aconselhamos que sejam utilizados os provadores, caso utilizem, a higienização deverá ser realizada logo após a saída do cliente e sugerimos colocação de álcool em gel 70% na entrada dos provadores;
• Os produtos que foram manuseados pelos clientes e não foram comprados, deverão passar por higienização;
• Devido ao manuseio das peças os funcionários deverão higienizar as mãos com álcool em gel 70% permanentemente e incentivar que os clientes façam o mesmo;
• Lojas de calçados: os funcionários que calçam os sapatos nos clientes terão que ter cuidado redobrado e utilizar o álcool em gel 70% constantemente.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.