Vida Urbana

Mais de 460 propostas culturais são aprovadas em auxílio da Lei Aldir Blanc, na Paraíba

Autores das propostas têm até domingo (22) para enviar documentação referente a atividade cultural.




Foto: Rafael Passos/Secom-JP

Ao menos 466 propostas credenciadas no edital da Lei Aldir Blanc, que deve fornecer auxílio aos produtores culturais, já foram aprovadas na Paraíba. A lista com os nomes dos aprovados foi publicada na edição desta quinta-feira (19), do Diário Oficial do Estado.

Os editais de credenciamento das propostas aprovadas são o ‘Fernanda Bevenutti e o ‘Chica Barrosa’, que devem pagar cachês de R$ 2 a R$ 6 mil. Além das 466 propostas aprovadas, outras 105 não foram credenciadas, segundo o Governo do Estado, ou por não terem enviado a documentação complementar ou por já estarem credenciadas em outro edital. As propostas não credenciadas também podem ter sido eliminadas na primeira fase.

Os artistas cujas propostas foram aprovadas precisam mandar, até domingo (22), os dados referentes à atividade que apresentaram pela internet. Veja abaixo o cronograma:

  • 1 – CREDENCIADO indica data, hora e local de exibição da proposta (informa no endereço eletrônico https://forms.gle/TQYZeEnDfMr39NPE9)
  • 2 – SECULT gera o Termo de Contrato (vai enviar por e-mail)
  • 3 – CREDENCIADO assina a Minuta e envia p/ Secult.
  • 4 – CREDENCIADO faz a apresentação na internet
  • 5 – CREDENCIADO emite a nota fiscal em seu próprio município
  • 6 – CREDENCIADO entra no site da ‘Lei Aldir Blanc na Paraíba’ e envia o RELATÓRIO DE APRESENTAÇÃO (informando quando, onde e como aconteceu a apresentação, indica o link de onde está depositado o MATERIAL CULTURAL e anexa o arquivo da Nota Fiscal do serviço prestado)
  • 7 – A SECULT PAGA em até 30 dias

O Edital Fernanda Bevenutti credenciou propostas de apresentações solo, duo, trios, grupos, exibição audiovisual, grafite, artes visuais/fotografia e performance literária. Já o Edital Chica Barbosa credenciou oficinas, workshops, cursos livres, seminário, conferências e debates.

O Governo do Estado disponibilizou o e-mail editalfernandabenvenutty@gmail.com para maiores informações. Os cachês que devem ser pagos a cada categoria podem ser conferidos aqui.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.