Vida Urbana

Alerta nacional: 4,4 mil pessoas estão expostas a alto risco de desabamento por causa das chuvas em JP

Alerta é do Cemaden; população de 46 cidades paraibanas deve ficar em alerta, segundo Inmet.




Alerta do Cemaden é de que 1.120 moradias estejam expostas ao risco devido às chuvas na capital. Foto: Rizemberg Felipe

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) – unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – emitiu às 12h45 desta quinta-feira (13) alerta de alto risco de desabamento em João Pessoa. A estimativa do Cemaden é de que 4.460 pessoas em 1.120 moradias estejam expostas ao risco alertado.

Segundo a Defesa Civil da capital, o volume de chuvas em 24 horas chegou a 257 milímetros, o que equivale 85% do volume total esperado para todo o mês de junho. Apesar do grande volume de chuvas e do alerta, seis famílias ficaram desalojadas na cidade, sendo que todas elas estão abrigadas e recebendo assistência, segundo um boletim divulgado às 17h pela Defesa Civil.

A orientação do Cemaden é de especial atenção às áreas de risco localizadas próximas às estações com maiores acumulados, com destaque para as estações com aproximadamente 200mm/24: Altiplano, Tambauzinho e Manaíra, bem como outras áreas mapeadas pelo órgão nos bairros de Centro, Cristo, Grotão e Cuiá. Por conta dos alertas emitidos, a Defesa Civil segue monitorando as áreas de risco da cidade.

Áreas de risco

Conforme o alerta, “as áreas de risco de movimentos de massa no município caracterizam-se pela presença de encosta de alta declividade, com residências construídas sobre ou próximos de aterro e taludes de corte. Esta situação associada à precipitação incidente e acumulada, somada à previsão meteorológica indica que podem ocorrer deslizamentos induzidos generalizados e deslizamentos em encostas naturais”.

O Cemaden destaca que, em caso de alerta de risco de nível muito alto, existe probabilidade muito alta de ocorrência
do fenômeno alerta e com potencial para causar grande impacto na população. Ele recomenda aos órgãos Municipais de Proteção e Defesa Civil as ações previstas no Plano de Contingência Municipal, tais como: verificação in loco nas áreas de risco, acionamento de sistema de sirenes, possibilidade de desocupação das áreas de risco, deslocamento das equipes de resposta para as proximidades das áreas de risco etc.

Sem ocorrências graves

De acordo com a Defesa Civil de João Pessoa, apesar do alto volume de chuva, não foram registradas ocorrências de gravidade, apenas alagamentos, o que acabou atrapalhando o trânsito.

Inmet

O último boletim do Instituto Nacional de Meteorologia, divulgado às 09h35 desta quinta-feira, alerta para risco de chuva com grau de severidade de grande perigo não apenas em João Pessoa, mas em outras 32 cidades paraibanas. A estimativa é de chuva superior a 60 mm/h ou acima de 100 mm/dia, com risco de alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamentos de rios, em cidades com tais áreas de risco. O boletim tem validade até as 19h desta quinta-feira.

Um outro aviso futuro, também emitido nesta quinta-feira, mas às 07h40, com validade até as 10h desta sexta-feira (14), alerta para o perigo severo de chuva em 46 cidades paraibanas.

 

Confira aqui as cidades que devem manter estado de alerta: 

Alhandra
Araçagi
Bayeux
Baía Da Traição
Belém
Caaporã
Cabedelo
Caiçara
Caldas Brandão
Capim
Conde
Cruz Do Espírito Santo
Cuité De Mamanguape
Curral De Cima
Dona Inês
Duas Estradas
Gurinhém
Itabaiana
Itapororoca
Jacaraú
João Pessoa
Juripiranga
Lagoa De Dentro
Logradouro
Lucena
Mamanguape
Marcação
Mari
Mataraca
Pedras De Fogo
Pedro Régis
Pilar
Pirpirituba
Pitimbu
Riachão
Riachão Do Poço
Rio Tinto
Salgado De São Félix
Santa Rita
Sapé
Serra Da Raiz
Sertãozinho
Sobrado
São José Dos Ramos
São Miguel De Taipu
Tacima


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.